Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

REGIONAL

Homem é condenado a prisão por “causar” parto prematuro da ex-mulher em VG

 
O morador H.S.A foi condenado a prisão por ter “causado” o parto prematuro da ex-mulher A.B.C, durante uma briga no bairro Jardim Esmeralda, em Várzea Grande.

De acordo com o processo, no dia 14 de maio de 2016, o acusado visivelmente embriagado foi até casa da ex-companheira acusando-a de dar em cima de um amigo dele. O homem teria ameaçado a ex e puxado o cabelo dela, como também “forçado” ela sentar em um banco.


Conforme os autos, na época dos fatos, a vítima estava grávida de oito meses e que a filha seria do acusado. No meio da briga, a mulher acabou ficando muito assustada e entrou em trabalho de parto, sendo que o nascimento da criança estava previsto para o mês de junho de 2016.


Segundo o processo, a menina acabou nascendo no dia seguinte da briga.


Diante dos fatos, o ex-marido acabou sendo preso permanecendo detido por pouco mais de 1 mês. O Ministério Público Estadual (MPE) ingressou com denúncia criminal contra H.S.A acusando de crimes de ameaça e violência doméstica.


O juiz da Vara Especializada de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher da Comarca de Várzea Grande, Eduardo Calmon, condenou o acusado em três meses de detenção, devendo esta ser cumprida em regime aberto.

VG Notícias

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE