Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Paulistanos podem se vacinar contra febre amarela neste sábado

 
 - Rovena Rosa/Agência Brasil
Rovena Rosa/Agência Brasil
Neste sábado (14), mais de 80 postos de vacinação estão abertos na cidade de São Paulo para tentar atingir a meta de vacinar 95% da população paulistana contra a febre amarela até 30 de maio, data prevista para o término da campanha. Até quarta-feira (11), 6.340.952 pessoas tinham sido vacinadas na cidade, o que representa 54,2% do público-alvo.

São Paulo - Campanha de vacinação contra febre amarela na Unidade Básica de Saúde Gleba do Pêssego, em Itaquera (Rovena Rosa/Agência Brasil)
Mais de 80 postos de saúde da capital paulista estão abertos neste sábado Rovena Rosa/Agência Brasil

No posto de saúde Vila Nova Jaguaré, na zona oeste da cidade, a movimentação era tranquila pela manhã. Renata de Oliveira Venditi, 38 anos, soube da abertura dos postos em reportagem na televisão e decidiu se vacinar. Ela contou que o filho e o marido se vacinaram em janeiro, mas como os locais de vacinação estavam lotados, ela decidiu aguardar. “Antes a fila estava enorme. Esperei diminuir a fila. Para o próximo verão já estou prevenida. Foi rapidinho, não demorou nem cinco minutos, só preenchi o formulário e tomei a vacina”, disse.

O casal Juliano Silva de Almeida, 32 anos, e Carolina Curvelo Santi, 33 anos, decidiram se vacinar hoje porque vão viajar para Ilhabela, no litoral paulista. Eles contaram que não procuraram os postos antes porque não moram em área de risco e porque os postos estavam lotados.

“Vim tomar hoje por motivo de viagem. Vamos para Ilhabela. Não tomamos antes porque moramos em uma área tranquila [bairro Bela Vista, em Osasco]. Também tem a falta de tempo, estava tudo muito cheio antes. Agora está bem mais tranquilo para tomar a vacina”, disse Juliano. “Eu não estava com tanto medo, não vi tanta urgência em tomar a vacina e por falta de tempo também, estava tudo muito cheio”, completou Carolina.

Parques

Neste sábado, a prefeitura de São Paulo reabriu o Parque da Independência, localizado na zona sul da cidade, e o Parque do Carmo, na região leste. Os dois foram fechados em fevereiro e março, respectivamente, depois que foram encontrados macacos mortos, infectados por febre amarela silvestre.

A lista com as unidades de plantão neste sábado está publicadas no site da Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE