Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Morte de professora ainda é não foi esclarecida; HRS pede 30 dias para investigar o caso

 

A morte da professora Camila Ramos de Souza ainda não foi totalmente esclarecida. As primeiras informações, segundo nota do HRS, a morte teria ocorrido devido a uma síndrome respiratória aguda grave. A unidade informa ainda que investiga se o caso é de influenza ou pneumonia bacteriana. O resultado do laudo médico deverá demorar até 30 dias. Questionados pela Sorriso FM, os profissionais do hospital descartaram, a priori, a morte ter decorrido de H1N1.

Uma coletiva de imprensa deve ser agendada ainda hoje para explicar os procedimentos investigatórios. Mais informações ao longa de nossa programação.
As secretarias municipais de Saúde e Educação ainda não se pronunciaram.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE