Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Ex-primeira-dama de El Salvador, a brasileira Vanda Pignato, é presa

Ela é suspeita de participar de uma rede de corrupção vinculada ao ex-presidente Mauricio Funes.

 

A polícia de El Salvador prendeu nesta quinta-feira (14) a brasileira e ex-primeira-dama do país Vanda Pignato. Ela é suspeita de participar de uma rede de corrupção vinculada ao ex-presidente Mauricio Funes. Vanda Pignato teria lavado US$ 165 mil de fundos públicos dentro da suposta estrutura que se então marido teria criado para desviar US$ 351 milhões.

Apesar de a Procuradoria ter solicitado que a ex-primeira-dama e atual secretária de Inclusão Social fosse processada em liberdade devido a sua "delicada situação de saúde", o juiz Salomón Landaverde ordenou sua prisão na última segunda-feira. A brasileira estava internada hospitalizada em um centro médico por insuficiência renal aguda. Em 2015, ela foi diagnosticada com um câncer no útero.

O juiz ainda deve resolver a situação jurídica do ex-presidente Mauricio Funes, sua atual mulher Ada Mitchelle Guzmán Sigüenza e dois de seus filhos que estão na Nicarágua desde 2016.

Segundo a acusação, Funes e um de seus amigos mais próximos, o empresário Miguel Menéndez "criaram uma estrutura sofisticada para extrair fundos públicos".

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE