Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Fotógrafo perde mais de R$ 8 mil em equipamentos furtados de dentro de casa

Câmeras, lentes, cartões de memória e flash foram levados. Não há sinais de arrombamento em portas ou janelas. Caso ocorreu na madrugada desta sexta-feira 13 , no bairro Paraíso, em Santana.

 
 -  Fotógrafo percebeu que a casa tinha sido furtada às 8h30 desta sexta-feira, 13  Foto: Stênio Moraes/Arquivo Pessoal
Fotógrafo percebeu que a casa tinha sido furtada às 8h30 desta sexta-feira, 13 Foto: Stênio Moraes/Arquivo Pessoal

O fotógrafo Stênio Moraes, de 36 anos, teve a casa furtada na madrugada desta sexta-feira (13), no bairro Paraíso, em Santana, a 17 quilômetros de Macapá. O prejuízo chega a mais de R$ 8 mil somente em equipamentos. Além dos materiais de trabalho, todas as chaves da residência, o controle do portão eletrônico e a carteira dele foram levados.

De acordo com Moraes, ele chegou em casa por volta das 23h30 de quinta-feira (12) e deixou todos os objetos em cima da mesa da sala. São duas câmeras, lentes, baterias, cartões de memória, carregadores, flashs. As centenas de imagens registradas do último trabalho, um aniversário de 14 anos, também foram perdidas. Stênio acredita que tenham entrado na casa pela janela.

“Sei que o acesso deve ter sido pelo muro, que é baixo na lateral. Acho que entraram pela janela, que estava com os pedaços de madeira retirados. Não há sinais de arrombamento e não ouvimos barulho algum. As janelas são de madeira de correr, e a gente reforça com pedaços de madeira. Quando acordei, às 8h30, só vi os pedaços sobre o sofá”, relatou.

Além de duas cãmeras, foram levadas também lentes, flashs, cartões de memória e outros equipamentos (Foto: Stênio Moraes/Reprodução) Além de duas cãmeras, foram levadas também lentes, flashs, cartões de memória e outros equipamentos (Foto: Stênio Moraes/Reprodução)

Além de duas cãmeras, foram levadas também lentes, flashs, cartões de memória e outros equipamentos (Foto: Stênio Moraes/Reprodução)

Moraes tem a fotografia como segunda renda. Ele é professor de ciências da rede estadual de ensino. A paixão pelos registros virou ofício, que agora ficou comprometido.

“É um valor muito alto. São equipamentos que a gente leva anos para adquirir e que os bandidos nos tiram em questão de horas. Espero conseguir reaver”, falou o fotógrafo.

Nas redes sociais, Stênio informou sobre o furto e pediu ajuda a quem souber de informações que possam levar aos responsáveis. Ele registou boletim de ocorrências.

Fotógrafo divulgou furto pelo Facebook (Foto: Reprodução Facebook) Fotógrafo divulgou furto pelo Facebook (Foto: Reprodução Facebook)

Fotógrafo divulgou furto pelo Facebook (Foto: Reprodução Facebook)

Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE