Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

POLÍCIA

Membro de facção estupra mulher e escreve PCC com sangue de frango

 
Uma mulher de 28 anos denunciou ter sido abusada por duas vezes na noite desta quarta-feira (8) por um suposto membro da facção criminosa do Primeiro Comando da Capital (PCC), na cidade de Nossa Senhora do Livramento (42 km ao sul de Cuiabá).

De acordo com a denúncia, o homem que ainda não foi identificado teria invadido sua casa, roubado uma espingarda e ainda degolado um frango para escrever as siglas da facção com sangue.

O caso ocorreu na Comunidade de Morro Cortado, no Km 582 da BR-070. Segundo a Polícia Militar, a vítima relatou que foi abordada por um homem moreno e forte, vestido de calça social pera e camisa do Flamengo, quando estava a caminho de sua casa.

Armado com uma pistola e uma faca, o suspeito anunciou o roubo dizendo que sabia da existência de uma arma na casa ela e em seguida abusou sexualmente da mulher. Após o crime, o homem foi até o imóvel onde novamente estuprou a vítima. Depois, roubou uma espingarda de calibre 28 com 6 munições e 3 frangos.

Antes de ir embora, o criminoso cortou o pescoço de um frango e usou o sangue do animal para escrever na parede a sigla “PCC” e disse ainda que roubou a casa por indicação 3 homens, cujos nomes foram repassados por ele. Dois deles foram localizados e conduzidos para Central de Flagrantes.

O 3º suspeito de ter indicado a casa da vítima para o roubo e o acusado de estupro não foram presos. O caso é investigado pela Polícia Civil.


Gazeta Digital

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE