Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Temporal causa inundações no sul da França

Cerca de 1,6 mil pessoas são evacuadas da região, a maioria delas estava em campings. Um alemão está desaparecido. Seu trailer foi levado pela enxurrada.

 
 -  Enxurrada destruiu um camping em Saint-Julien-de-Peyrolas  Foto: Boris Horvat/AFP
Enxurrada destruiu um camping em Saint-Julien-de-Peyrolas Foto: Boris Horvat/AFP

Um temporal causou nesta quinta-feira (9) inundações no sul da França. Cerca de 1,6 mil pessoas tiveram que serem evacuadas de três regiões. A maioria delas estava em campings.

Segundo o ministro francês do Interior, Gerard Collomb, Gard foi a região mais atingida, onde 119 crianças, a maioria da Alemanha, foram resgatadas de um camping em Saint-Julien-de-Peyrolas. Somente em Gard, cerca de 750 pessoas foram evacuadas.

Um alemão, de 70 anos, que era o monitor do grupo de crianças, está desaparecido. Seu trailer foi levado pela correnteza e encontrado destruído. Autoridades disseram que não há certeza de que ele estava no veículo no momento do incidente.

Quatro crianças alemãs tiveram que ser hospitalizadas com hipotermia. Outras seis pessoas tiveram ferimentos leves.

Mais de 400 bombeiros, muitos de outras regiões, ajudaram nas evacuações, que contou com o apoio de helicópteros para localizar os acampamentos e auxiliar ocasionalmente nos resgates. As autoridades adiantaram que a água levará algum tempo para recuar e pediram que as pessoas se mantenham vigilantes.

Várias regiões no centro e sul da França estão em alerta de enchente. Após semanas de temperaturas elevadas, fortes tempestades atingiram o país nesta quinta-feira. Cerca de 17 mil pessoas no sudoeste e noroeste estão sem energia elétrica e diversas estradas estão interrompidas.

Há semanas a Europa enfrenta uma onda de calor. Na França, mais da metade do país estava em alerta laranja, por "situações perigosas por fenômenos incomuns, como altas temperaturas, que podem causar danos às pessoas". Autoridades recomendaram evitar a exposição ao sol nos horários mais quentes do dia.

As temperaturas elevadas e o tempo seco causaram ainda incêndios na Suécia, em Portugal, na Espanha, e na Grécia, onde ao menos 91 pessoas morreram.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE