Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Polícia prende suspeito de ser mandante da morte de dono de cartório em Redenção

A vítima foi morta em 24 de junho do ano passado, em sua propriedade rural, denominada Rancho de Deus, na zona rural do município. A motivação do homicídio seria uma disputa pela posse de uma propriedade rural.

 

A Polícia Civil prendeu, nesta quinta-feira (9), em Redenção, sudeste do estado, em cumprimento a mandado de prisão temporária de 30 dias, o fazendeiro suspeito de ser o mandante do homicídio de Izaulino Pereira dos Santos Junior, empresário dono de um cartório na cidade. A vítima foi morta em 24 de junho do ano passado, em sua propriedade rural, denominada Rancho de Deus, na zona rural do município.

Segundo a polícia, Izaulino foi morto com dois tiros por quatro homens quando saía da fazenda em sua caminhonete. Após o homicídio, os autores fugiram do local na própria caminhonete do fazendeiro. O veículo foi incendiado a poucos quilômetros do local do crime. Em seguida, os quatro criminosos sumiram. As investigações foram efetivadas pela Polícia Civil de Redenção.

As investigações apuraram que a motivação do homicídio seria uma disputa pela posse de uma propriedade rural pertencente ao filho do fazendeiro suposto mandante. Segundo as investigações, o terreno teria sido escriturado e anexado à propriedade de Izaulino Pereira. No decorrer do inquérito, os policiais civis descobriram que a escrituração gerou uma série de desavenças entre Izaulino e o fazendeiro.

Por causa disso, a vítima chegou a comprar a propriedade rural para tentar resolver o problema. Mesmo assim, Izaulino teve sua morte encomendada, conforme as investigações, a mando do fazendeiro. Nas apurações, foi comprovado que o fazendeiro tinha vínculo estreito com um dos executores já identificados nas investigações.

Segundo a polícia, ainda é preciso localizar e prender os demais suspeitos de envolvimento.

A prisão desta quinta-feira foi realizada por policiais civis que integram uma força-tarefa vinculada ao Núcleo de Inteligência Policial (NIP) do Pará.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do G1 Pará no (91) 98814-3326

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE