Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Polícia Militar intensifica barreiras e fiscalizações contra crimes em bairros de Santarém

Cerca de seis barreiras operacionais estão sendo realizadas por dia desde o início do mês de agosto.

 
 -  Bairros estão recebendo ações de fiscalização com o objetivo de diminuir os índices de violência em Santarém  Foto: Tv Tapajós/Reprodução
Bairros estão recebendo ações de fiscalização com o objetivo de diminuir os índices de violência em Santarém Foto: Tv Tapajós/Reprodução

Cerca de seis barreiras operacionais de combate ao crime estão sendo realizadas diariamente em Santarém, no oeste do Pará, pela Polícia Militar (PM) desde o início do mês de agosto. De acordo com a PM, diversos bairros estão recebendo ações de fiscalização com o objetivo de diminuir os índices de violência, direção indevida, tráfico de entorpecentes e demais ocorrências registradas na área do Comando de Policiamento Regional (CPR-1).

Os principais alvos das abordagens são os motociclistas, uma vez que, dados da PM apontaram que grande parte dos crimes no município envolve o uso da moto. “O foco é esse tipo de veículo que esta sendo usado por criminosos para cometerem crime na cidade”, disse o Tenente André Piedade.

As operações são realizadas pelos dois batalhões da PM de Santarém. Algumas contam ainda com as equipes da Polícia Rodoviária Federal e do Departamento Estadual de Trânsito, que dão apoio nas rodovias estaduais e federais.

O posicionamento das barreiras foi definido a partir dos relatórios de estatística criminal do CPR-1, por isso, as ações estão sendo intensificadas nos bairros mais afastados do centro da cidade, onde foram registrados os maiores índices de criminalidade.

“Seguimos o planejamento do CPR-1, realizando as várias modalidades de policiamento e ações dentro da nossa área para dar a visibilidade da Polícia Militar”, disse a Tenente-coronel Cíntia Raquel.

Estatística

De acordo com as estatísticas, de janeiro a julho de 2017, foram registrados 58 homicídios no oeste do Pará. No mesmo período deste ano foram 56. Já o número de latrocínios ano passado chegou a oito, neste ano a PM registrou apenas dois. A queda foi de 75%. Roubos em 2017 foram 1.793, este ano, 1.054, ou seja, 41% menor.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE