Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

89 anos da imigração japonesa no PA será marcada por integração de culturas em Santarém

2º Semana do Japão será de 24 a 30 de setembro na Ufopa e terá várias oficinas, feira gastronômica, apresentações culturais e palestras. Inscrições estão abertas.

 
 -  2ª Semana do Japão em Santarém terá programação especial  Foto: Yuri Marcel/G1
2ª Semana do Japão em Santarém terá programação especial Foto: Yuri Marcel/G1

A imigração japonesa na Amazônia completa 89 anos em 2018. Para celebrar esse momento e para integrar ainda mais as culturas oriental e paraense, será realizada na Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) a 2ª Semana do Japão em Santarém. Aberto público, o evento será de 24 a 30 de setembro e é uma iniciativa entre a Pró-Reitoria da Comunidade, Cultura e Extensão com a Associação Nipo-Brasileira do Tapajós.

Na programação haverá oficinas, feira gastronômica, apresentações culturais e palestras. “É um momento de celebração, não somente para os descendentes, mas também para os apaixonados pela cultura japonesa”, destacou a diretora de Cultura da Ufopa, professora Estefany Couto.

Durante os dias do evento serão ofertadas várias oficinas em horários e locais diversificados. As inscrições estão abertas e podem ser realizadas até o dia 23 de setembro através dos formulários disponibilizados online. (Faça as inscrições aqui)

Entre as oficinas estão a introdução à língua japonesa, ikebana (arranjos florais), bon-odori (dança japonesa), soroban (ábaco usado para cálculos matemáticos), origami (técnica de dobradura em papel), kokedama (arranjos de plantas áereas), sushi regional e taiko, espécie de tambor japonês.

No dia 28, o evento será marcado pela feira gastronômica que ocorrerá a partir das 19h no ginásio do colégio Santa Clara, com a venda de comidas nipônicas típicas. A entrada é gratuita.

Haverá também apresentações do grupo Kondon, de taiko (tambor japonês), e do grupo de bon-odori (dança) da sensei Midori Makino, ambos da Associação Nipo-Brasileira de Belém.

Os visitantes também poderão assistir ao desfile de cosplay - fantasias de personagens da cultura pop japonesa - e participar do karaokê. A Universidade disponibilizará um ônibus para transportar o público no trajeto Ufopa-Santa Clara-Ufopa nesta noite.

Encerrando a programação, no dia 30 será promovida uma palestra sobre compostagem, das 8h às 12h, no terreno da Associação Nipo-Brasileira do Tapajós, localizado no bairro Mararu (rodovia Santarém-Curuá-Una). Haverá venda de comidas típicas no local.

Imigração

Em 2018, a imigração japonesa para o Brasil completa 110 anos. Já a Amazônia, completa 89 anos.

A chegada do navio Kasato Maru no porto de Belém em 16 de setembro de 1929 marcou o início da imigração dos japoneses na região.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Pará abriga a terceira maior colônia japonesa do Brasil. A data foi nomeada “Dia Estadual do Imigrante Japonês” em 2010, como forma de agradecimento às contribuições dos japoneses.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE