Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Geral

Função intestinal de Bolsonaro melhora e quadro segue em evolução

 
A paralisia intestinal do candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, mostra sinais de regressão, informou boletim médico do Hospital Albert Einstein, divulgado às 17h15 de hoje (9). Ele foi atingido por uma faca na região abdominal na última quinta-feira (6), quando participava de uma atividade de campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais.

Bolsonaro, Hospital
Bolsonaro, Hospital - Redes Sociais/Flávio Bolsonro
A equipe médica informou que o quadro de saúde segue em evolução e que a circulação do intestino para o fígado está preservada. Por causa desses avanços na função intestinal, é possível que, nos próximos dias, Bolsonaro volte a se alimentar por via oral. Por enquanto, o paciente mantém jejum, recebendo nutrientes por via endovenosa.

O boletim informa ainda que ele continua recebendo cuidados de fisioterapia, que envolvem caminhadas e exercícios diários. Bolsonaro não tem manifestado dor nessas atividades. Os exames laboratoriais mostram leve anemia decorrente da perda de sangue inicial.

Fazem parte da equipe médica do candidato o cirurgião Antônio Luiz Macedo, o clínico e cardiologista Leandro Echenique e o diretor-superintendente do hospital, Miguel Cendoroglo.

Bolsonaro foi transferido para o Hospital Albert Einstein, na capital paulista, onde deu entrada por volta das 10h45 de sexta-feira (7). Ele saiu da Santa Casa de Juiz de Fora (MG), onde recebeu os primeiros atendimentos após a facada, e onde passou por cirurgia. O candidato foi transferido para São Paulo a pedido da família.

Saiba mais

  • PF continua investigando se há mais envolvidos em ataque a Bolsonaro
  • Filhos de Bolsonaro discutirão com PF reforço à segurança da família
Edição: Denise Griesinger Tags: eleições2018 ataque a Jair Bolsonaro boletim médico

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE