Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

REGIONAL

Sinop: Vereador denuncia possível crime ambiental e pede CPI da Usina

 
O vereador Remídio Kuntz (PR) denunciou que a Usina Hidrelétrica de Sinop pode estar causando danos ambientais ao município na retirada de cascalho do rio Teles Pires e que está enterrando toras de madeira dentro do rio. Para apurar tais fatos, durante a 29ª sessão ordinária da Câmara Municipal, realizada na segunda-feira (10), ele apresentou um requerimento para abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito com a assinatura de 14 vereadores.

“Estamos pedindo essa CPI após várias denúncias de moradores dando conta de que a usina contratou uma empresa que está enterrando as madeiras, retirando cascalho em locais que acreditamos não seja liberado pela Sema e Ibama. Estão enterrando para não dar um destino final a madeira e isso vai prejudicar muito o meio ambiente. O pedido é para que não prejudique a população de peixes e animais dentro do rio Teles Pires. Ele estão fazendo buracos às margens dos córregos e rios”, denunciou.

O presidente da Câmara, vereador Ademir Debortoli (MDB) disse que vai encaminhar o pedido de abertura da CPI para o departamento jurídico e acredita que na próxima sessão já possa compor a Comissão respeitando a proporcionalidade partidária.

Além do pedido de CPI, Remídio apresentou duas indicações solicitando a construção de uma passagem elevada na Rua 3, do Jardim Lisboa, em frente à escola Basiliano do Carmo, e a construção de um quebra-molas na rua São Cristóvão, no bairro de mesmo nome.


Da Assessoria


 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE