Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Dia dos Veteranos é marcado por homenagens na Capitania Fluvial de Santarém

Evento com palestras e serviços de saúde foi organizado pelo Departamento Voluntárias Cisne Branco Seccional Belém.

 
 -   head  meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec
head meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec

Reconhecer a importância de quem dedicou boa parte de sua vida ao serviço naval motivou a Marinha do Brasil a celebrar o dia 10 de outubro como o Dia dos Veteranos da Marinha. Em Santarém, oeste do Pará, as comemorações foram antecipadas para esta terça-feira (9), na Capitania Fluvial, com a participação de 12 veteranos.

A programação que iniciou às 16h, contou com palestras e serviços de saúde, como testagem rápida de Hepatites, Sífilis e HIV, foi organizada pelo Departamento Voluntárias Cisne Branco Seccional Belém (VCB).

Veteranos da Marinha homenageados na Capitania Fluvial de Santarém — Foto: CFS/Divulgação Veteranos da Marinha homenageados na Capitania Fluvial de Santarém — Foto: CFS/Divulgação

Veteranos da Marinha homenageados na Capitania Fluvial de Santarém — Foto: CFS/Divulgação

Os veteranos foram recebidos pelo capitão dos portos, capitão de Fragata Robson Ferreira e pela representante VCB Magda Ferreira. Após a recepção, foi cantado o Hino Nacional, seguido do ciclo de palestras abordando os temas: Saúde do homem e da mulher, pela Enfermeira Graça Almeida; O que fazemos quando nos aposentamos, abordado pela psicóloga Lidiane Gibson; Saúde e Bem Estar, pela fisioterapeuta Camila Gomes; e Seguro Post Mortem – “Pensão Militar” e “Parcela específica 1,5%”, pelo Fiel de Pagamento da CFS, suboficial (AR) Júnior.

A programação contou ainda com Cerimonial à Bandeira ao pôr-do-sol, com a presença do capitão dos portos de Santarém, que comandou o cerimonial.

Cerimonial à Bandeira foi um dos pontos marcantes da programação em homenagem aos veteranos da Marinha — Foto: CFS/Divulgação Cerimonial à Bandeira foi um dos pontos marcantes da programação em homenagem aos veteranos da Marinha — Foto: CFS/Divulgação

Cerimonial à Bandeira foi um dos pontos marcantes da programação em homenagem aos veteranos da Marinha — Foto: CFS/Divulgação

Palestras sobre temas de interesse dos veteranos da Marinha foram realizadas — Foto: CFS/Divulgação Palestras sobre temas de interesse dos veteranos da Marinha foram realizadas — Foto: CFS/Divulgação

Palestras sobre temas de interesse dos veteranos da Marinha foram realizadas — Foto: CFS/Divulgação

“Essa homenagem é uma forma de reconhecimento aos militares e servidores civis que dedicaram uma significativa parte das suas vidas ao serviço naval, denominados de ‘Mãos que construíram a nossa história’. Nós estamos muito felizes em prestar essa homenagem aos veteranos que moram na Pérola do Tapajós”, ressaltou capitão Robson Ferreira.

Para Magda Ferreira, representante do Departamento Voluntárias Cisne Branco Seccional Belém, os veteranos da Marinha do Brasil são aqueles que serviram ou exerceram seu ofício durante muitos anos e, hoje, são uma ponte entre a história e os mais modernos. “É importante manter o vínculo entre a Marinha do Brasil, as Voluntárias Cisne Branco e os Veteranos, estimulando, inclusive, a participação destes nos projetos executados pela Seccional”, frisou.

Veteranos foram atendidos com serviços de saúde como aferição de PA e testagem rápida de Hepatites, sífilis e HIV — Foto: CFS/Divulgação Veteranos foram atendidos com serviços de saúde como aferição de PA e testagem rápida de Hepatites, sífilis e HIV — Foto: CFS/Divulgação

Veteranos foram atendidos com serviços de saúde como aferição de PA e testagem rápida de Hepatites, sífilis e HIV — Foto: CFS/Divulgação

Reconhecimento

A homenagem na Capitania Fluvial de Santarém foi recebida com satisfação por quem dedicou parte de sua vida ao serviço naval, como o suboficial reformado da Marinha, Gilmar Antonio Sales. "Tenho 15 anos como veterano da Marinha do Brasil. Decidi morar em Santarém, a Pérola do Tapajós, e nunca tinha participado de um momento desses. Ter sido recebido de forma inédita pelo capitão dos portos, comandante Ferreira e sua esposa Magda Ferreira representante da VCB em Santarém, me fez sentir enaltecido e prestigiado pela honra e iniciativa que me foi prestada", declarou.

Quem também comemorou a homenagem foi o suboficial reformado da Marinha, José Gonçalves Farinha Filho. "Tenho 20 anos como veterano da Marinha do Brasil, vivo na Pérola do Tapajós e estou radiante de felicidade pela recepção feita pelo capitão dos portos de Santarém e sua esposa. É importante esse retorno ao convívio e a interação entre os militares da ativa e dos veteranos. As palestras foram interessantes e dinâmicas, principalmente as do Serviço de Veteranos da Marinha do Brasil, proferida pelo SO-AR Júnior, a fim de nos atualizar com relação às normas divulgadas pela Marinha", pontuou.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE