Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Empresa de comunicação investigada pela Perfuga garante ‘total lisura’ em serviço prestado à Câmara

Agência Vox apresentou notas fiscais e registros do trabalho de divulgação ao Ministério Público estadual.

 
 -   head  meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec
head meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec

Na manhã desta sexta-feira (9), a Agência Vox Comunicação e Jornalismo enviou uma nota de esclarecimento em relação a 11ª fase da Operação Perfuga denominada “Propagare”, que investiga termos da licitação dos serviços de comunicação à Câmara Municipal de Santarém, no oeste do Pará, vencida pela empresa Vox.

Na nota, a agência informa que “atendeu a todos os critérios do edital, com total lisura e sem receber qualquer favorecimento” e que todos os registros (vídeos e peças publicitárias produzidos) e notas fiscais foram entregues ao Ministério Público estadual, que visitou as dependências da empresa na manhã de quinta-feira (8).

A Vox destaca ainda que os serviços fornecidos pela agência tiveram descontos de 50% ou mais do valor tabelado pelo Sindicato das Agências de Propaganda do Estado do Pará (SINAPRO-PA) e que está à disposição para responder qualquer outra dúvida.

Ministério Público cumpriu mandado de busca e apreensão nas dependências da empresa Vox — Foto: Reprodução/TV Tapajós Ministério Público cumpriu mandado de busca e apreensão nas dependências da empresa Vox — Foto: Reprodução/TV Tapajós

Ministério Público cumpriu mandado de busca e apreensão nas dependências da empresa Vox — Foto: Reprodução/TV Tapajós

As investigações do MP apontam, até o presente momento, fortes indícios de direcionamento para que a empresa Vox Comunicação se sagrasse vencedora da licitação ocorrida no âmbito da Câmara em 2017, na modalidade Tomada de Preços (n° 001/2017-CMS) e que resultou no Contrato 016/2017-CMS.

Os documentos teriam sido forjados para beneficiar a empresa investigada, possibilitando a participação na licitação, inclusive com sessões obrigatórias por lei que não ocorreram na prática. Entretanto, forjaram atas da sessão, com a finalidade de dar aparência de realização.

Na manhã do dia 8, o Ministério Público e a Polícia Civil cumpriram mandados de busca e apreensão, autorizados judicialmente pela 1ª Vara Criminal de Santarém, nas dependências da Agência e na Câmara Municipal.

O valor total contrato foi de R$260 mil, divididos em R$130 mil para 2017 e R$130 mil para 2018. Esse contrato, que ainda está em vigor, já foi objeto de busca e apreensão na Câmara na “Operação Xeque Mate”, ocorrida em 14.08.18.

Confira a nota divulgada pela empresa:

“A Agência Vox Comunicação e Jornalismo esclarece a ação do Ministério Público que busca levantar informações sobre o Contrato de Publicidade com a Câmara Municipal de Santarém, divulgada pela imprensa nesta quinta, 08 de novembro, de 2018.

Primeiramente, a Vox Comunicação, ao participar da licitação que gerou esse contrato, atendeu a todos os critérios do edital, com total lisura e sem receber qualquer favorecimento.

Além disso, todas as notas fiscais dos serviços de comunicação foram entregues ao Ministério Público, com todos os vídeos e peças publicitárias produzidos, a descrição de cada trabalho, assim como, a comprovação de veiculação em diversas mídias. Evidenciando a veracidade dos serviços realizados.

Serviços esses, inclusive, fornecidos com descontos de 50% ou mais do valor de tabela do SINAPRO-PA – Sindicato das Agências de Propaganda do Estado do Pará.

Por fim, a Agência Vox destaca que se coloca à inteira disposição para qualquer esclarecimento adicional”.

FASES DA OPERAÇÃO PERFUGA

  • 'Perfuga'

  • 'O legado'

  • 'Farra dos Combustíveis I e II'

  • 'Antepassado'

  • 'Placitum'

  • 'Irmandade'

  • 'Ave de Rapina'

  • 'Carros Fantasmas'

  • 'Xeque-Mate'

  • 'Primeira Arte'

  • 'Propagare'

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE