Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Casa pega fogo e tem móveis e teto destruídos em menos de 15 min na zona rural de Santarém

Segundo moradores, o fogo começou por volta de 9h30 e se propagou rápido. Ninguém se feriu.

 
 -   head  meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec
head meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec

Uma casa de madeira pegou fogo na manhã desta sexta-feira (9), na comunidade Caranazal, zona rural de Santarém, no oeste do Pará, há 25 km da cidade. Móveis, eletrônicos e eletrodomésticos e todo o teto foram destruídos pelas chamas em menos de 15 minutos.

Segundo moradores, o fogo começou por volta de 9h30 e se propagou rápido. Assim que avistaram a fumaça, eles correram e tentaram controlar o incêndio jogando água, mas foi impossível. A casa estava vazia e ninguém se feriu.

Moradores tentam controlar as chamas durante o incêndio na zona rural de Santarém — Foto: Naíra Batista/VC No G1 Moradores tentam controlar as chamas durante o incêndio na zona rural de Santarém — Foto: Naíra Batista/VC No G1

Moradores tentam controlar as chamas durante o incêndio na zona rural de Santarém — Foto: Naíra Batista/VC No G1

O Corpo de Bombeiros mandou uma equipe até o local, mas quando chegou, o fogo já havia destruído todo o imóvel. Eles verificaram a rede elétrica e alguns indícios do fogo, porém, as causas do incêndio devem ser apuradas.

A comunidade Caranazal fica na região do Eixo Forte e o acesso é pela rodovia Everaldo Martins, a PA-457, que liga Santarém a vila de Alter do Chão. Casas que ficam perto não foram afetadas, segundo moradores.

Fumaça é avistada por moradores na comunidade Caranazal, em Santarém — Foto: Naíra Batista/VC No G1 Fumaça é avistada por moradores na comunidade Caranazal, em Santarém — Foto: Naíra Batista/VC No G1

Fumaça é avistada por moradores na comunidade Caranazal, em Santarém — Foto: Naíra Batista/VC No G1

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE