Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Mulher é presa em flagrante com mais de 2 kg de drogas no porto da CDP em Santarém

Droga estava armazenada nas malas da suspeita, de 25 anos. Flagrante aconteceu na noite de sexta-feita 9 na Operação Caravana da Segurança .

 
 -   head  meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec
head meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec

Uma denúncia anônima levou a prisão em flagrante de uma mulher de 25 anos durante desdobramento da Operação Integrada “Caravana da Segurança”, em Santarém, no oeste do Pará. A prisão aconteceu na noite de sexta-feira (9) no porto da Companhia Docas do Pará (CDP), após uma embarcação que saiu de Manaus (AM) aportar no município. Com a suspeita foram apreendidos 2,374 kg de drogas, possivelmente crack, e mais uma pequena quantidade de substância análoga a cocaína.

De acordo com a Guarda Portuária, o Núcleo Integrado de Operações (Niop) informou ao serviço reservado da Polícia Militar sobre uma passageira da embarcação que poderia está transportando drogas. A PM repassou às equipes da CDP as informações, inclusive com características da suspeita.

Quando o barco aportou, as equipes iniciaram a identificação dos passageiros e localizaram a mulher. Ela foi levada para uma sala e revistada por uma policial. Até então acreditava-se que a droga estava presa ao corpo da suspeita, conforme a denúncia feita ao Niop. Não foi enocntrado nada com a mulher.

Ao revistar a mala da suspeita as equipes encontraram os pacotes de drogas e dinheiro. A Guarda Portuária acredita que a mulher tenha entrado na embarcação com os pacotes presos ao corpo, mas para passar pela vistoria em Óbidos (PA), ela colocou a droga na bagagem.

Tanto a suspeita quanto o entorpecente foram levados para a 16ª Seccional de Polícia Civil para que fossem dados os procedimentos do flagrante. Os pacotes de drogas ainda serão periciados.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE