Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Tumulto em show deixa 6 mortos e mais de 100 feridos na Itália

Cinco das vítimas fatais são menores de idade; público se assustou com um suposto disparo de spray de pimenta e correu para as saídas, que estavam fechadas, segundo testemunhas.

 
 -   head  meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec
head meta charset 'utf-8 link rel 'preconnect' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'dns-prefetch' href 'https://cocoon.globo.com link rel 'prec

Pelo menos seis pessoas morreram na madrugada deste sábado (8) durante uma confusão na boate "Lanterna Azzurra", na cidade de Corinaldo, província de Ancona, na Itália. Alguém teria disparado um spray de pimenta, de acordo com informações dos bombeiros, o que assustou o público que correu para as saídas.

O caso aconteceu durante show de Sfera Ebbasta, um famoso rapper italiano, popular entre adolescentes.

Tumulto em casa noturna da Itália deixa seis mortos e mais de 100 feridos

Tumulto em casa noturna da Itália deixa seis mortos e mais de 100 feridos

Entre os mortos, cinco são menores de idade: três meninas, dois meninos e uma mãe que acompanhava sua filha. Segundo veículos de imprensa italianos que citam fontes da polícia, havia mais de 100 feridos, 13 deles em estado muito grave, segundo a Efe.

Testemunhas disseram que começaram a correr depois que o publicou se assustou com um cheiro ácido e foram para as portas de emergência da boate, que estavam fechadas.

Na tentativa de sair do local por uma das portas que conseguiram abrir, os jovens foram se amontoando, caíram e muitos acabaram pisoteados pelos demais. Os feridos foram levados para hospitais próximos e os mais graves seguiram para Ancona, na região central de Marcas.

Os investigadores tentam descobrir o que provocou a correria e o motivo das portas de emergência não terem sido abertas, especialmente aquela onde se concentrava o maior número de jovens e onde foram encontrados os mortos.

De acordo com uma mensagem no Twitter do Corpo de Bombeiros, a correria aconteceu antes da 1h da manhã (hora local) e nas imagens divulgadas pela corporação, aparecem dezenas de jovens sendo atendidos em uma estrada e alguns deles levados em macas.

Superlotação

O ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, afirmou que a boate tinha "mais gente que o previsto e o permitido".

"É provavelmente certo que no interior do local tinha muito mais gente que o previsto e o permitido", declarou o ministro em entrevista à televisão pública italiana "RAI".

Salvini também descartou que as portas de emergência do local estivessem fechadas e apoiou a explicação do chefe da polícia da província de Ancona, Oreste Capocasa, que ressaltou anteriormente que tudo aconteceu fora do estabelecimento, quando os jovens foram se amontoando, quebraram varandas e caíram, já que a boate fica em uma área elevada.

O ministro italiano assegurou em nota que as autoridades italianas farão todo o possível para "encontrar os responsáveis" e anunciou um minuto de silêncio em lembrança aos mortos, homenagem que acontecerá no início da concentração que programou com os eleitores do seu partido, a ultradireitista Liga, em Roma.

O estabelecimento foi isolado e as investigações para esclarecer o que ocorreu já estão em andamento, informa a imprensa local.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE