Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Culinária paraense inspira chefs a reinventarem pratos tradicionais

Hambúrguer de filhote e quibe de maniçoba estão entre os quitutes mais pedidos na noite paraense.

 

Nomeada pela Unesco como Cidade Criativa da Gastronomia, Belém se tornou fonte de inspiração para diversos chefs que buscam adaptar seus pratos. Usando as texturas e os aromas da culinária paraense, vários restaurantes e bares da capital buscam dar um toque regional à petiscos e bebidas para atrair novos clientes e reinventar o estilo tradicional.

Quem está nesse processo de modificação é o chef Darlan Claudino. Ele veio do Rio Grande do Norte e descobriu em Belém novas maneiras de encrementar os pratos.

"Quando eu cheguei no Pará há um ano e meio foi uma novidade muito grande tudo que eu encontrei. Eu considero o estado como um laboratório de aromas e sabores", afirma o chef.

Em um dos cartões postais mais conhecidos da cidade, Darlan apresenta delícias como quibe de maniçoba com pasta de chicória e empada de pato no tucupi.

Hambúrguer

Como Belém está numa região banhada por rios, o peixe é o protagonista na maioria dos quitutes. Buscando experimentar os sabores e texturas das diferentes espécies da região. Uma hamburgueria do bairro do Umarizal deu um toque regional nos produtos.

"Fazemos um hambúrguer especial de filhote frito. Transformamos as delícias da nossa terra em hamburguer, que é a febre do momento. Hojé, Belém é um polo rico de cores e sabores diferentes e nós temos que aproveitar essa oportunidade", afirmou o hamburgueiro Rodrigo Alves.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE