Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Audiência pública discute projeto de navegabilidade do Rio Tocantins, em Marabá

Durante a audiência, serão esclarecidos os benefícios da obra para a economia do Estado. As obras para realizar a retirada das rochas estão previstas para começar no mês de julho.

 

O Ministério Público realiza nesta segunda-feira (11) em Marabá, sudeste do estado, a primeira audiência pública para discutir o projeto das obras de dragagem e derrocamento da via navegável do rio Tocantins, o chamado Pedral do Lourenço. Durante a audiência, serão esclarecidos os benefícios da obra para a economia do Estado.

A obra vai permitir a criação da hidrovia Araguaia-Tocantins, que pretende garantir transporte econômico, eficiente e sustentável. Há cerca de 10 anos o projeto para tornar o rio Tocantins navegável durante o ano todo caminha devagar.

O Secretário de Estado de Transporte (Setran), Pádua Andrade, vai apresentar o projeto que tem como objetivo retirar as grandes formações rochosas que impedem a navegação de embarcações cargueiras pelo rio Tocantins. As obras para realizar a retirada das rochas estão previstas para começar no mês de julho.

Segundo Pádua, a obra do Pedral do Lourenço parece simples, mas depende de muitos pontos para que, efetivamente, seja executada. A obra consiste basicamente em desgastar os pedrais que impedem a navegação de embarcações cargueiras durante os meses de setembro a novembro, período em que o rio fica mais raso.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE