Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Lucas do Rio Verde recebe a instalação de uma importante empresa de melhoramento genético de soja e milho

O lançamento foi realizado durante o 1º Encontro de Produtores de Milho do município

 

No último sábado (09) foi realizado o 1º Encontro de Produtores de Milho de Lucas do Rio Verde promovido em conjunto pela STINE e Summit Agricultural Group. O evento reuniu inúmeros produtores de referência do município, além da diretoria global das empresas e alguns colaboradores.


O presidente da Summit, Bruce Rastetter, juntamente com o engenheiro agrônomo da STINE, Jacques Roberto Müllich, deram boas vindas e contaram a grande novidade: Lucas do Rio Verde foi escolhida para receber a STINE e já está com um Centro de Pesquisas de milho e soja em operação. 


Segundo Bruce, as primeiras conversas surgiram desde que a FS Bioenergia foi instalada em Lucas do Rio Verde e, em breve, terá sua nova sede em Sorriso. “A comunidade daqui é muito boa, as pessoas são trabalhadoras e buscam inovar a cada dia. Nós acreditamos no potencial da cidade e de todo o Mato Grosso que tem terras boas e povo batalhador”, frisou.


O objetivo do encontro foi apresentar aos produtores rurais uma nova opção de genética de milho e soja. O engenheiro agrônomo Jacques Roberto Müllich, demonstrou isso através de uma apresentação onde selecionou no mapa, as 32 áreas que foram realizados os experimentos de milho.


Jacques, que está desde o início do projeto em Lucas, destacou sobre a importância da empresa e o que ela quer integrar aqui no Brasil. Nos Estados Unidos, na cultura da soja, a cada três hectares plantados, dois possuem genética STINE. Para o milho, possue uma abordagem revolucionária para o alto desempenho. “Estamos trazendo esta novidade e tivemos uma ótima aceitação junto ao produtor rural. As experiências já estão sendo realizadas em 24 propriedades e em breve teremos os resultados”, concluiu.


Com mais de 900 patentes de genética nas culturas de soja e milho, a STINE foi criada em 1950 em Adel, Iowa e atualmente emprega cerca de 400 pessoas em 16 estados americanos. Na Argentina, iniciou seus trabalhos em 2017, testando híbridos de alto rendimento.


O encontro foi encerrado com homenagem e almoço que integrou produtores e equipe das duas empresas.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE