Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

POLÍCIA

Polícia Civil prende autor de roubo a mão armada em empresa em Várzea Grande

 
Um dos autores do roubo a mão armada em uma empresa localizada na Avenida da Feb em Várzea Grande, foi preso em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, no sábado (16.03), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município (Derf-VG). Kewerson Barros de Figueiredo, 24, conhecido como “Cabeça” possui cinco passagens anteriores pela Polícia e era monitorado por tornozeleira eletrônica.

O roubo aconteceu na tarde de sexta-feira (15), na empresa JR manutenção, na região Central de Várzea Grande. Na ocasião, dois criminosos armados entraram no estabelecimento e renderam as vítimas. Em seguida outros dois suspeitos entraram na empresa para auxiliar o roubo dos objetos e equipamentos eletrônicos, que foram transportados na caminhonete Chevrolet S-10 da vítima.

O grupo criminoso contaria ainda com um quinto integrante que teria levado seus comparsas até o alvo da ação criminosa, em um veículo Honda Civic. A caminhonete da vítima foi abandonada pelos suspeitos e localizada pouco após o crime pela Guarda Municipal de Várzea Grande.

Assim que recebeu as informações do assalto, a equipe da Derf-VG iniciou as investigações para identificar e prender os autores do crime. Após análise das câmeras de segurança, os policiais reconheceram Kewerson como um dos integrantes do grupo que praticou o assalto.

Os investigadores da Derf-VG saíram em diligências em buscas do suspeito, que foi preso em uma quitinete no bairro da Manga em Várzea Grande. Questionado, ele confirmou a participação no roubo e disse que o aparelho de TV roubado da empresa estava em sua casa no bairro Centro Sul, onde o objeto posteriormente foi apreendido.

Diante das evidências, o suspeito foi conduzido a Derf-VG e após ser interrogado pelo delegado Afonso Monteiro da Silva Junior, foi autuado em flagrante pelo crime de roubo majorado. “É uma prisão importante uma vez que o autuado é considerado de alta periculosidade, tendo passagens anteriores por crimes de tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo e tentativa de homicídio”, disse o delegado.

As investigações estão em andamento para identificar e prender os outros quatro suspeitos, envolvidos no crime.


Da Assessoria


 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE