Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

MPE oficializa Gaecos em Cáceres, Rondonópolis, Sorriso e Barra

 
O procurador-geral de Justiça José Antônio Borges oficializou a criação das unidades descentralizadas do Gaeco (Grupos de Atuação Especial Contra o Crime Organizado) que funcionarão nos municípios de Barra do Garças, Cáceres, Rondonópolis e Sorriso.

A medida consta no ato publicado no Diário Oficial do Estado que circula nesta quinta-feira (21) e é assinada pelo chefe do Ministério Público Estadual (MPE).

No texto, o procurador diz que a descentralização se justifica, por exemplo, em função das dimensões e variações econômicas de Mato Grosso que “diversificação a criminalidade organizada” no Estado.

“Considerando as peculiaridades de Mato Grosso, o Gaeco com sede na Comarca de Cuiabá, passa a contar, no âmbito do Ministério Público do Estado de Mato Grosso, com as seguintes unidades desconcentradas: I - GAECO Barra do Garças; II - GAECO Cáceres; III - GAECO Rondonópolis; IV - GAECO Sorriso”, diz trecho da publicação.

Considerando as peculiaridades de Mato Grosso, o Gaeco passa a contar com as seguintes unidades desconcentradas: I Barra do Garças; II Cáceres; III - Rondonópolis; IV - Sorriso

Assim que assumiu o comando do MPE, no início deste mês, o procurador-geral de Justiça confirmou que o Gaeco passaria a contar com unidades pelo interior do Estado.

O promotor de Justiça Mauro Zaque acumulará as ações do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público do Ministério Público Estadual (MPE) com as dos Gaecos regionais.

Borges explicou que, inicialmente, as unidades contarão com dois promotores, um auxiliar e um assistente ministerial.

Ainda segundo ele, a implantação dos Gaecos regionais já estava previsto no Plano Plurianual (PPA) do MPE desde o ano passado.

Borges comandará o MPE no biênio de 2019/2021 e adiantou que uma de suas prioridades é fortalecer o combate às organizações criminosas e à corrupção e, daí, a ideia de interiorizar o Gaeco

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE