Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

Priscilla Alcântara canta sobre Deus, mas rejeita ser gospel e diz que parte do fã-clube de Jesus '''dá umas mancadas'''

G1 acompanha um dia na vida da cantora e ex-estrelinha mirim. Ela conta que tem planos para fazer documentário e turnê, além de criar escola.

 
 -   /
/ /

A garota que cresceu lendo "Crônicas de Nárnia" e os livros sobre "milagres de Cristo" para crianças não é exatamente fã do rótulo "gospel".

Com 22 anos, Priscilla Alcântara ainda lê livros como esses, ostentados em prateleiras na parede de seu quarto. Mas claro que não é a mesma menina de sete anos brincando de ser caloura de reality show do SBT.

Diferentemente das cantoras que o G1 entrevistou nos últimos anos, Priscilla é a única que faz questão de gravar a conversa que teve com a reportagem, no gravador do próprio celular.

Você pode não saber direito quem ela é, mas ela é um fenômeno:

  • Musical: Em um dia, teve 685 mil streams em plataformas digitais com seu álbum "Gente" e um milhão de visualizações do single "Empatia" no YouTube;
  • Televisivo: Com Yudi Tamashiro, foi apresentadora do programa "Bom Dia e Cia" por oito anos, com direito ao bordão "PlayStation! PlayStation!!"

Priscilla Alcântara comenta relação com Bruna Marquezine e Maísa Silva

Priscilla Alcântara comenta relação com Bruna Marquezine e Maísa Silva

O G1 acompanhou um dia da vida de Priscilla e constatou: ela é como um pequeno furacão. Fala e anda rápido demais. E vai "puxando" para si um monte de gente. É amiga de Bruna Marquezine e de Maísa Silva. Comenta com o mesmo tom sobre amigas famosas, "amigas de fé" e fãs.

“Eu não me considero uma cantora gospel. O que seria isso? Uma pessoa que só canta o quê? Não tenho preconceito com o termo, é mercadológico, mas a minha arte vai muito mais além.”

Ela se diz cantora pop. Em seu álbum mais recente, de novembro passado, foi criticada por parte do fã-clube evangélico, que sentiu falta de Deus em suas letras.

"Sei onde quero chegar com minha música. Eu quis ampliar minha comunicação e falar não só com cristãos. Tem algo que se chama graça comum, que está sobre o cristão e o não cristão. Somos ligados pela nossa humanidade."

Durante as entrevistas, em uma tarde de compromissos em São Paulo, foge de assuntos polêmicos e prefere revelar por meio de tiradinhas espertas o que pensa.

Ela não quer, por exemplo, falar muito sobre as igrejas evangélicas no Brasil. "Jesus tem, sim, sido bem representado, mas tem uma parte do fã-clube que dá umas mancadas."

"Não tem como generalizar, eu gosto de focar naquilo é bom. Em tudo aquilo que você procurar, vai ter defeito, uma parte ruim, uma parte um pouquinho mais estragada. Assim como outras coisas, a igreja no Brasil tem seus defeitos, mas também existem pessoas que têm representado Cristo de uma maneira excelente."

Progressista, pero no mucho

Prisicilla Alcântara — Foto: Divulgação/Mateus Aguiar Prisicilla Alcântara — Foto: Divulgação/Mateus Aguiar

Prisicilla Alcântara — Foto: Divulgação/Mateus Aguiar

Priscilla guia todos os seus projetos baseados nessa relação com Deus e cita o religião ou a bíblia em quase todas as suas falas durante a entrevista. Ela frequenta a igreja Bola de Neve, na Lapa, Zona Oeste de São Paulo.

"Jesus não era só um cara que fazia coisas metafísicas ou se preocupava só em curar uma doença. Ele era inteligente, tinha resposta para coisas naturais, para política, como cidadão, se envolvia na sociedade como todo."

Foi Priscilla quem comprou o casarão com piscina e jardim em que mora com a família, em Cotia (SP). Não tem medo de falar sobre a solteirice nas redes sociais e não se importa de aparecer sem maquiagem para milhares de pessoas. Mas tem receio em se classificar como feminista. Por quê?

"Se você me perguntar se eu sou feminista, tenho medo de me colocar num lugar de representante do movimento. Por isso, não falo 'eu sou feminista'."

"Eu acredito no direito da mulher, no papel e principalmente na força. A minha vida pode dizer muito sobre isso... Vim de origem pobre, tenho mulheres fortíssimas dentro de casa, eu só não me rotulo porque me colocaria no lugar de representante de um movimento que eu não concordo com todas as pautas."

Yudi Tamashiro e Priscilla Alcantara nos tempos de 'Bom Dia e Cia' — Foto: Reprodução/SBT Yudi Tamashiro e Priscilla Alcantara nos tempos de 'Bom Dia e Cia' — Foto: Reprodução/SBT

Yudi Tamashiro e Priscilla Alcantara nos tempos de 'Bom Dia e Cia' — Foto: Reprodução/SBT

Ela também pensa e repensa antes de aceitar parcerias. "Meus fãs cobram muito que eu faça feats. Mas eu tenho que saber o que a pessoa quer falar, o que eu quero falar. Tem que ter sentido."

Pabllo Vittar cantou um trecho de "Empatia" no Instagram e fãs pediram dueto. Alguma chance? "Tudo diz respeito ao conteúdo. Achei tão bonito quando ela cantou minha música. Independentemente daquilo que a gente diverge, a gente convergiu em alguma coisa."

Do colapso ao sucesso

No começo de 2018, Priscila viveu um momento difícil ao sofrer um ataque de ansiedade. "Nem sabia o que era isso. Entendi que precisava de ajuda profissional para entender o que estava acontecendo. A ansiedade passou a ser uma questão na minha vida."

Priscilla Alcântara — Foto: Divulgação/Mateus Aguiar Priscilla Alcântara — Foto: Divulgação/Mateus Aguiar

Priscilla Alcântara — Foto: Divulgação/Mateus Aguiar

"Passei por crises emocionais, mas isso foi simplesmente um acúmulo de anos em que eu ignorei a mim mesma enquanto ser humano."

"Obviamente não foi uma experiência agradável, mas eu dou graças a Deus porque poderia ter acontecido algo pior. Eu trato com terapia, não tomo remédio nem nada."

Ela garante que a decisão de buscar terapia foi "uma das melhores coisas" que já fez na vida. Foi no consultório, em sessões semanais, que disse ter aprendido o valor da empatia.

O conceito se tornou o mote do álbum "Gente". "Tudo isso me levou a produzir e desenvolver o conceito, a partir das minhas experiências pessoais e na vida dos meus seguidores, que abrem suas histórias e falam de coisas pessoais."

Priscilla Alcantara canta no programa 'Promessas no G1

Priscilla Alcantara canta no programa 'Promessas no G1'

Mais pop, o álbum emplacou duas faixas entre as 100 mais ouvidas no Spotify Brasil e foi o álbum mais ouvido da Deezer Brasil naquela semana. Também foi o assunto mais comentado do Twitter brasileiro no dia da estreia.

Documentário e planos mirabolantes

Priscilla diz ser "a mesma criança sonhadora" de antes. "Sempre fui muito decidida na minha vida. Quando me perguntavam, aos seis anos, o que eu queria ser, eu dizia que ia ser cantora, não tem segunda opção. Desde muito pequena eu só ganhava CD e não boneca."

Neste ano, já fez duas viagens voluntárias (Brumadinho e Angola), apresentações nos Estados Unidos e iniciou uma turnê pelo Brasil.

Ela tem pelo menos outros três planos para este ano:

  • Gravação de um documentário baseado na carreira e na vida espiritual para falar de arte e fé
  • Escola virtual com uma plataforma com cursos online para formar líderes nas áreas de arte e política, com embasamento bíblico
  • Uma espécie de escola com palestras. "Queremos fazer no mesmo estilo das TEDs, vai se chamar 'Jesus school'. A sede será em Curitiba"

Priscilla Alcântar em foto do álbum 'Gente' — Foto: Divulgação Priscilla Alcântar em foto do álbum 'Gente' — Foto: Divulgação

Priscilla Alcântar em foto do álbum 'Gente' — Foto: Divulgação

Ela tinha outras ideias no papel, mas desistiu: refletiu melhor sobre a quantidade de trabalho que tudo daria e também foi "vetada" por pais e por sua equipe.

"Eu pesquiso e assumo a frente de tudo, minha equipe me odeia. Toda semana eu ligo e pergunto se posso fazer alguma coisa maior. Planejo coisas que não tenho dinheiro para fazer. Pode ter certeza que antes de dormir, estou pesquisando o que a Beyoncé e outros grandes cantores fizeram e planejando fazer também. Pode parecer loucura, mas o que eu vivo hoje foi uma loucura que pensei há três anos."

De Michael Jackson a Billie Eilish

Sua maior inspiração são os grandes corais das igrejas americanas, com R&B. O artista preferido é Michael Jackson. Com um toca-discos que ganhou faz pouco tempo, coleciona seus LPs.

De novidades, tem acompanhado o trabalho de Billie Eilish. "Estou experimentado no próximo projeto algo mais orgânico, com vocais mais suaves e melódicos, como Billie Eilish. Geralmente meus vocais são explosivos."

Priscilla Alcântara — Foto: Divulgação Priscilla Alcântara — Foto: Divulgação

Priscilla Alcântara — Foto: Divulgação

Com ídolos americanos, Priscilla acaba também compondo em inglês, "mais até do que em português". "As músicas estão guardadíssimas, não divulgo até ter um projeto concreto. Tem uma que eu mesma produzi e postei nos stories um trecho de 30 segundos. A galera me enche o saco. Eles não sabem nem o nome da música, mas pedem."

Solteira e sem neuras

Como qualquer jovem brasileira na internet, Priscilla se comunica por memes, gifs e ironia. No Twitter, faz piadas sobre estar solteira.

"Eu fui ao show do Ed Sheeran sozinha, e falei pra minha mãe que se não morri de tristeza aquele dia, não morro mais."

"É brincadeira, eu sou bem segura em relação a isso... Precisa ser uma pessoa legal, coerente com a minha vida, é uma área que tomo bastante cuidado. Mas meus amigos estão indo e eu estou ficando."

Priscilla Alcântara na fase com cabelo rosa — Foto: Divulgação Priscilla Alcântara na fase com cabelo rosa — Foto: Divulgação

Priscilla Alcântara na fase com cabelo rosa — Foto: Divulgação

É com o mesmo bom humor que ela lida com padrões estéticos. Falou com o G1 o tempo todo sem maquiagem e disse que não se importava com isso. O cabelo pode ser visto em várias versões: liso, cacheado, curto, longo, com franja, colorido.

As mudanças não são uma busca por autoestima, apenas inquietação. "Tenho até perucas, do mesmo cabeleireiro que faz as de Pabllo. Mandei foto com a peruca dela quando fui lá".

"Nunca tive problema de aceitação e padrão de beleza não é pressão para mim. Adoro me arrumar, mas não tenho problema em sair sem maquiagem. Se a gente se deixar levar por todas essas as pressões fica louca."

Amizades do pop

Priscilla Alcântara cantara e Maisa Silva — Foto: Reprodução/YouTube/MaisaSilva

Priscilla Alcântara cantara e Maisa Silva — Foto: Reprodução/YouTube/MaisaSilva

A casa da cantora está sempre cheia. Mesmo quando nem ela está por lá. Foi assim no primeiro final de semana de abril, quando estava na África. Bruna Marquezine e outros amigos estavam jogados no sofá da casa dela.

"A Bruna é um presente na minha vida, eu tive a oportunidade de conhecê-la em um show meu que ela foi no Rio de Janeiro. E de repente ficamos muito próximas. A gente fala né, é o tipo de conexão que parece que você já era amiga há 10 anos".

Promessas no G1 recebe Priscilla Alcantara

Promessas no G1 recebe Priscilla Alcantara

Desde então, são inseparáveis. Bruna inclusive foi à África para participar de viagem missionária em abril. Priscilla costuma fazer células (cultos mais jovens e descolados fora das igrejas). Quando está no Rio, a casa de Bruna é um ponto garantido. "Ela chama a galera dela, eu chamo a minha, eu canto pra ela, enfim, a gente sempre está junta nesse tipo de coisa também."

Maísa integra a terceira parte do trio improvável. Elas sempre se elogiam e dão força uma às outras. A amizade das duas começou quando ela passou o bastão do "Bom dia e Cia." para uma Maísa ainda pequena e de cabelos cacheados.

"A gente tem uma relação de muito amor, muito carinho, eu amo a família dela, sou bem próxima de todos, a gente construiu uma coisa bem sólida a partir da TV. Ela é uma adolescente bom exemplo, sensata, temos esperança nesse país por causa da Maísa", exagera.

Priscilla Alcântara — Foto: Divulgação Priscilla Alcântara — Foto: Divulgação

Priscilla Alcântara — Foto: Divulgação

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE