Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

'''Rage 2''' une criadores dos tiros de '''Doom''' e do mundo aberto de '''Just Cause'''

Sabíamos que tínhamos as duas empresas certas, ambas as melhores no que fazem , diz Tim Willits, diretor da id Software, sobre parceria com a Avalanche Studios.

 
 -   /
/ /

Mais do que a continuação de um jogo de sucesso discutível de 2011, "Rage 2" pode ser a resposta para quem sempre teve curiosidade para saber como seria um "Doom" em um grande mundo aberto.

O novo game pós-apocalíptico de tiro em primeira pessoa, resultado da parceria entre dois estúdios com especialidades bem diferentes, chega para PlayStation 4, Xbox One e computadores.

A série foi criada pela id Software, a responsável por franquias clássicas do gênero como a própria "Doom" ou "Wolfenstein 3D". Agora, chega a seu segundo capítulo desenvolvido pela parceria com a Avalanche Studios, conhecida pelos mundos abertos de "Just Cause" e "Mad Max".

"Quando decidimos fazer 'Rage 2', sabíamos que tínhamos as duas empresas certas, ambas as melhores no que fazem trabalhando juntas para fazer algo especial", conta o diretor da id, Tim Willits.

"Se a id Software é um dos pais de 'Rage', acho que você pode considerar a Avalanche como outro pai, que agora finalmente completou a 'família'."

Assista ao trailer de 'Rage 2

Assista ao trailer de 'Rage 2'

Velha promessa

A união acontece para atingir o potencial perdido do antecessor, que prometia a experiência dos tiroteios da id em mundo aberto. Por azar, cinco semanas depois de seu lançamento "The Elder Scrolls V: Skyrim" chegou às lojas e rapidamente se tornou um dos jogos mais bem-sucedidos de todos os tempos com crítica e público.

Não é difícil de entender como o primeiro "Rage" não é muito lembrado.

Seu próprio sucesso pelo menos foi o bastante para que a Bethesda, publicadora da sequência, acreditasse que merecia uma continuação.

A id, especialista na parte dos tiros em primeira pessoa, buscou então alguém que pudesse ajudar onde teve dificuldade.

"A insanidade do mundo aberto de 'Rage 2' não seria possível sem nossos parceiros da Avalanche Studios. Eles, e sua Apex Engine, nos ensinaram muito sobre o que é necessário para criar mundos gigantescos", diz Willits.

Carros também são parte importante de 'Rage 2' — Foto: Divulgação Carros também são parte importante de 'Rage 2' — Foto: Divulgação

Carros também são parte importante de 'Rage 2' — Foto: Divulgação

Mad Max com esteróides

A escolha da Avalanche faz mais sentido ainda pela semelhança do universo de "Rage" com o de "Mad Max". Em ambos os casos, a humanidade tenta sobreviver a eventos apocalípticos em grandes desertos habitados por gangues motorizadas e mutantes.

A diferença é que, no jogo da id, o cataclisma veio na forma de um meteoro. Na sequência, o mundo já se recuperou um pouco, mas o jogador controla um herói cheio de poderes que deve impedir o retorno de um exército de andróides.

"A Avalanche é o desenvolvedor principal desse projeto, mas nós trabalhamos muito próximos a eles em todos os aspectos do game. Especialmente no combate em primeira pessoa. Ao trabalhar conosco, a Avalanche criou um verdadeiro 'shooter da id Software', que acontece em um mundo aberto de verdade."

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Variedades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE