Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Atualidades

São Carlos possui um doutor a cada 100 moradores

Investimento contínuo e planejamento na distribuição de recursos são importantes para sucesso, afirma professor da USP

 
jorusp

download do áudio
Medicina – Foto: Visual Hunt/CCO
Reconhecida nacionalmente como capital da ciência e tecnologia, São Carlos (SP) segue se mantendo no topo da pirâmide do conhecimento. Um estudo da USP mostra que, nos últimos sete anos, o município do interior paulista registrou um considerável aumento no número de profissionais com doutorado. Hoje são mais de 2.530 doutores em uma cidade com aproximadamente 250 mil habitantes, o que representa um doutor para cada 100 moradores, média quase dez vezes maior que a nacional. A pesquisa considerou dados oficiais da Universidade de São Paulo; Universidade Federal de São Carlos (UFSCar); Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP – Campus São Carlos); Embrapa Instrumentação; Embrapa Pecuária Sudeste; Centro Universitário Central Paulista (Unicep) e ParqTec.

Esse sucesso tem razões multifatoriais, afirma o professor Hamilton Varela, vice-presidente do Instituto de Química da USP em São Carlos. “Se eu fosse atribuir a poucas, para não me alongar muito, seria investimento contínuo dos governos estadual e federal, o foco em algumas áreas em particular, e a capacidade que a cidade tem de absorção desses doutores.”

Varela ressalta, contudo, que o cenário está um pouco inseguro atualmente. “Os governos federal e estadual assumiram há cerca de cinco meses, então nós temos um cenário de alguns desafios, assim, para dizer o mínimo. Temos que levar em consideração também a situação econômica, que não depende especificamente de ações do governo.” Varela comenta que a Universidade de São Paulo é financiada por um porcentual fixo do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS): “Então, a economia indo bem, nós vamos bem. Caso contrário, há dificuldades”.

O professor comenta estudo, ainda em andamento, que mostra como o alto número de startups em São Carlos é fundamental para a atividade econômica. Esse número pode ser comparado com Israel (um dos países mais inovadores do mundo), que possui cerca de 400 startups para mil habitantes. “Todos esses doutores, pouco mais de 2,5 mil, estão empregados essencialmente. Muda bastante a atividade econômica da cidade, aspectos culturais.” Varela adiantou que um estudo sobre o tema será apresentado em breve. Ele relembra que investir em planejamento, “focar em áreas específicas e colocar um pouco de inteligência na distribuição de recursos é fundamental”.

jorusp

jQuery(document).ready(function($) { $.post('https://jornal.usp.br/wp-admin/admin-ajax.php', {action: 'wpt_view_count', id: '246660'}); });

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE