Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Campanha contra o sarampo começa dia 10; meta é imunizar 220 mil pessoas no oeste do Pará

Público-alvo é pessoas de 15 a 29 anos. Vacinação será no período de 10 de junho a 12 de julho, sendo que o dia D será no dia 29 de junho.

 
 -   /
/ /

Começa na segunda-feira (10) a campanha de vacinação contra o sarampo nos municípios da região oeste do Pará. Com o slogan “#PartiuTomarVacina” o público-alvo é adolescentes e jovens, de 15 a 29 anos. A meta da campanha é imunizar cerca de 220 mil jovens no período de 10 de junho a 12 de julho, sendo que o dia “D” será em 29 de junho.

O objetivo da campanha é fazer o bloqueio da circulação do vírus nas regiões do Tapajós e Baixo Amazonas para evitar que as fronteiras desses locais sejam ultrapassadas e, assim, disseminados por todo o território paraense.

Segundo o secretário de Saúde do Estado (Sespa), Alberto Beltrame, em 2019, o Brasil já registrou 97 casos de sarampo. Desse total, 53 foram no Estado do Pará, sendo 39 só no município de Prainha. "Isso tem feito com que o surto do sarampo seja mantido no Pará, principalmente, nas regiões do Baixo Amazonas e Tapajós. São 20 cidades onde o vírus do sarampo está circulando e corremos um risco que ele ultrapasse as fronteiras dessas regiões e atinja o território paraense", disse.

Por isso, a Sespa e o Ministério da Saúde e a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) planejaram essa ação de bloqueio nessas regiões. A imunização contra a doença acontece com a tomada de duas doses da vacina tríplice viral, que protege contra o sarampo, rubéola e caxumba. Portanto, a campanha será realizada de forma seletiva.

"Quem estiver na faixa etária dos 15 aos 29 anos, e nunca tenha tomado a vacina, deve tomar a primeira dose nessa campanha e uma dose de reforço 30 dias depois da primeira dose. Quem já tiver feito uma dose há mais de 30 dias, deverá fazer a segunda na campanha. E aqueles que já fizeram duas doses e têm o registro na sua carteira de vacinação estão dispensados", explicou Beltrame.

Considerando que os jovens são uma população difícil de chegar até as salas de vacina, além de apoiar as Secretarias Municipais de Saúde dos municípios abrangidos pela campanha, a Coordenação Estadual de Imunizações espera contar com o apoio de igrejas, centros comunitários, escolas, universidades, sociedades civis organizadas e organizações não governamentais para mobilizar os jovens a tomarem a vacina.

A campanha será realizada nos municípios de Alenquer, Almeirim, Aveiro, Belterra, Curuá, Faro, Itaituba, Jacareacanga, Juruti, Mojuí dos Campos, Monte Alegre, Novo Progresso, Óbidos, Oriximiná, Placas, Prainha, Rurópolis, Santarém, Terra Santa e Trairão.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE