Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Ministério Público denuncia agente de trânsito suspeito de ter matado esposa por corrupção, ameaça e prevaricação

Durante investigação, Polícia Civil encontra cerca de 300 documentos, entre CNHs e CRVL e identidades na casa do suspeito. Testemunhas relataram em depoimento que Diógenes dos Santos Samaritano cobrava até R$ 1.000 para liberar documento retido ilega

 

O agente do Departamento de Trânsito (Detran) do Pará recebeu mais duas denúncias pelo Ministério Público do Pará (MPPA) pelos crimes de corrupção passiva, ameaça e prevaricação. Em abril deste ano, Diógenes dos Santos Samaritano foi denunciado pelo crime de feminicídio. Ele é acusado de ter espancado e jogado a companheira do segundo andar da casa onde viviam em Parauapebas, no sudeste do estado.

Durante a investigação sobre o assassinato de Dayse Dyana Sousa e Silva, de 35 anos, a Polícia Civil foi à casa do casal e acabou encontrando cerca de 300 documentos de veículos (CRVL) e carteiras de habilitação (CNH) e identidade.

De acordo com o MPPA, testemunhas vítimas das apreensões de documentos relataram à polícia que o acusado se apropriava de maneira irregular, durante blitz, dos documentos de veículos e carteiras dos condutores que estivessem com alguma irregularidade para somente devolvê-los aos proprietários após o pagamento de suborno, que variava de R$ 100 a R$1.000, dependendo da situação do documento.

Além do ato de corrupção passiva, o agente de trânsito ainda vai receber processo por ameaça e prevaricação - quando o servidor público pratica ato que não corresponde à função que exerce, agindo fora da lei.

em agosto de 2018, Lucas Pereira Barroso testemunhou à polícia que foi abordado por Diógenes Samaritano durante um blitz em Parauapebas. O agente de trânsito recolheu os documentos do condutor. Lucas questionou Diógenes e havia alguma irregularidade na documentação, com isso Diógenes tornou-se agressivo e ameaçou a aplicação de multa contra o condutor.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE