Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

POLICIA

DIH prende dupla suspeita de homicídio no Village Atalaia; investigados comemoraram o crime em bar

 

Os policiais civis da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH) prenderam temporariamente, na última sexta-feira 7, Daniel do Carmo da Conceição Ribeiro e Iovaldo Freitas da Silva Freitas (vulgo “Taboca”), pelo envolvimento no homicídio qualificado que vitimou Matheus Bernardes Alves de Godoi e na tentativa de homicídio qualificado de Geralda Divina Silva Damasceno (irmã de Matheus). O fato ocorreu no dia 20 de maio deste ano, por volta das 3h da madrugada, no bairro Village Atalaia, em Goiânia.

A investigação da DIH apurou que as vítimas e os investigados se conheciam e se encontraram por volta das 18h em um distribuidora de bebidas que fica naquele bairro, onde ingeriram bebida alcoólica e fizeram uso de cocaína. Com o fechamento do estabelecimento, todos se dirigiram a outras distribuidoras no mesmo setor, onde continuaram a ingerir bebida alcoólica e fazer uso de drogas.

Em um dado momento, a vítima Geralda se desentendeu com um primo de Daniel que também estava no local, o qual supostamente havia passado a mão nas suas nádegas sem o seu consentimento. Daniel veio a intervir no desentendimento, quando Geralda cuspiu no rosto dele, iniciando-se uma breve discussão. Após a discussão, Geralda e seu irmão Matheus foram embora a pé. Logo após, Daniel e Iovaldo, vulgo Taboca, embarcaram no veículo Amarok, cor branca, que é de propriedade de Daniel, foram atrás das vítimas e as encontraram no local dos fatos. Ao se aproximarem das vítimas, Daniel que estava como passageiro da caminhonete que era dirigida por “Taboca”, desembarcou do carro e efetuou vários disparos de arma de fogo contra as vítimas, que foram atingidas. Matheus veio a óbito no local. Geralda foi socorrida e levada para o HUGOL, passou por cirurgia e já teve alta hospitalar.

Após o crime, os investigados retornam ao estabelecimento e lá chegando começaram a dançar para comemorar o delito praticado, permanecendo no local bebendo e usando drogas até as 6h. Ambos foram flagrados pelas câmeras de segurança.

Duas armas de fogo foram apreendidas, as quais foram encaminhadas para exames periciais, a fim de identificar se foram as usadas na infração penal. O veículo Amarok utilizado para o cometimento do delito também foi apreendido.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE