Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

REGIONAL

Fazendeiro é condenado a pagar R$ 50 mil a empregado analfabeto que não sabia diferenciar notas de dinheiro em MT

 

A Primeira Turma de Julgamento do Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região (TRT-MT), condenou um fazendeiro a pagar R$ 50 mil a um funcionário após o mesmo ter trabalhado na propriedade rural por 10 anos em situação análoga a de escravidão, além de pagar ainda R$ 65 mil a título de danos morais coletivos a uma entidade do município.

Na denúncia consta que a vítima de 60 anos, por ser analfabeta, não conseguia diferenciar notas, sendo incapaz de identificar até mesmo quanto de dinheiro realmente ganhava do seu patrão.


Durante as visitas feitas pela equipe, foram constatadas a falta de banheiro e água encanada na casa onde o trabalhador morava. Além do morador viver em local isolado e sem meios de locomoção, tendo sua própria liberdade de ir e vir prejudicada.


 


Da redação


 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE