Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Programa ‘Melhor em Casa’ já atende 23 pacientes no domicílio, em Santarém

Equipe multiprofissional agora conta também com fonoaudiólogo e terapeuta ocupacional.

 
 -   /
/ /

Lançado oficialmente pela Prefeitura de Santarém, oeste do Pará, na terça-feira (18), como parte da programação alusiva aos 358 anos da cidade, o programa “Melhor em Casa” já está em pleno funcionamento no município, atendendo 23 pacientes direto no domicílio com equipe multiprofissional.

No lançamento do programa, na Unidade de Saúde Básica de Fátima, a secretária de Saúde Dayane Lima ressaltou que a equipe não contemplava fonoaudiólogo e nem terapeuta ocupacional, mas a gestão resolveu incluir esses profissionais para dar todo o atendimento e suporte necessários para os pacientes acamados.

"Vamos trabalhar, prestar todo o atendimento que a nossa população precisa, mostrando a qualidade do serviço da equipe e o atendimento humanizado que estamos dispostos a dar aos nossos pacientes. Tenho certeza que os pacientes que vão receber esse atendimento não vão esquecer jamais do Programa Melhor em Casa", afirmou Dayane.

Para o prefeito Nélio Aguiar, a implantação do programação representa mais um avanço para a saúde do município. "É um momento que nos deixa ainda mais realizado em nossa missão, que não é só cuidar de obras. Acima de tudo, nossa missão é cuidar das pessoas. Esse programa foi um compromisso do nosso plano de governo e que está sendo cumprido hoje", ressaltou.

A solenidade contou com a participação de colaboradores da UBS, representantes do bairro, profissionais que fazem parte do programa e de autoridades, como a promotora de justiça Lilian Braga.

Prefeito Nélio Aguiar no lançamento do programa Melhor em Casa, em Santarém — Foto: Agência Santarém/Divulgação Prefeito Nélio Aguiar no lançamento do programa Melhor em Casa, em Santarém — Foto: Agência Santarém/Divulgação

Prefeito Nélio Aguiar no lançamento do programa Melhor em Casa, em Santarém — Foto: Agência Santarém/Divulgação

A promotora parabenizou a gestão pela implantação do programa Melhor em casa, em Santarém. "Que bom que nós temos um Programa como este no nosso município e eu desejo a equipe que está começando essa atividade - vigor. Pois, para fazer o atendimento como o que vão fazer, precisarão de compromisso, de empenho, de alegria, de conhecimento (...). Que a equipe leve dignidade, saúde e o melhor que esses pacientes podem ter, em casa", disse.

Atendimento em domicílio

O Melhor em Casa é um programa do Ministério da Saúde indicado para pacientes que apresentam dificuldades temporárias ou definitivas de sair do espaço da casa para chegar até uma Unidade de Saúde, ou ainda para pessoas que estejam em situações nas quais a atenção domiciliar é a mais indicada para o tratamento.

Através da atenção domiciliar, o programa visa proporcionar ao paciente um cuidado e acompanhamento contínuo e mais próximo da rotina da família, evitando hospitalizações desnecessárias e diminuindo o risco de infecções, além de estar no aconchego do lar.

Aparelhos utilizados no atendimeno de pocaientes do programa Melhor erm Casa, em Santarém — Foto: Agência Santarém/Divulgação Aparelhos utilizados no atendimeno de pocaientes do programa Melhor erm Casa, em Santarém — Foto: Agência Santarém/Divulgação

Aparelhos utilizados no atendimeno de pocaientes do programa Melhor erm Casa, em Santarém — Foto: Agência Santarém/Divulgação

Em Santarém, o programa conta com 9 profissionais de saúde, sendo: um médico, um enfermeiro, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional, motorista e três técnicos de enfermagem.

"Nosso trabalho é levar o melhor atendimento ao paciente no conforto do seu lar. Levamos o atendimento do hospital à casa do paciente com visitas semanais. Isso ajuda até a diminuir a demanda nos hospitais, pois como contamos com médico cirurgião, muitos dos atendimentos que só poderiam ser feitos nos hospitais, fazemos na casa do paciente", explicou o coordenador do programa em Santarém, Gilberto Dias.

O Melhor em Casa vai contar com dois veículos para os atendimentos na cidade, sendo um de pequeno porte tipo fiat Uno para deslocamento da equipe e uma ambulância para deslocamento dos pacientes, quando necessário.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE