Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Coleta de lixo é prejudicada pela demora na descarga no aterro de Marituba, diz prefeitura de Belém

O problema, de acordo com a prefeitura, é recorrente e provoca filas de caminhões coletores aguardando para descarregar.

 
 -   /
/ /

A demora na descarga no aterro sanitário de Marituba prejudicou a coleta de lixo em Belém neste domingo (23), segundo nota divulgada pela prefeitura de Belém. O problema, de acordo com a prefeitura, é recorrente e provoca filas de caminhões coletores aguardando para descarregar.

De acordo com a Prefeitura de Belém, relatórios de empresas coletoras mostram a lentidão na operação, evidenciando o descumprimento de liminar do desembargador Luiz Neto, que determinou o funcionamento do aterro por mais quatro meses.

A situação foi informada pela Prefeitura ao desembargador, no intuito de solicitar ao Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) a realização do tratamento adequado e que não comprometa a coleta na região metropolitana. O documento também deve ser enviado ao Ministério Público do Pará (MPPA), segundo a Prefeitura.

Em nota, a Guamá Tratamento de Resíduos disse que "cumpre a liminar da Justiça, operando com alteamento em célula já existente, ou seja, com cota superior". A Guamá disse, ainda, que opera em três turnos, com uma hora de intervalo à noite e uma hora na madrugada, "alinhada com a legislação trabalhista e com a ciência da Prefeitura de Belém.

A Guamá informou que as operações são monitoradas por vídeos e ressaltou que tem "tomado todas as medidas para garantir a segurança operacional e ambiental do aterro sanitário. E se coloca à disposição para que seja feito o acompanhamento in loco pelas autoridades, para que constatem a veracidade dos esclarecimentos prestados".

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE