Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Justiça afasta vice-prefeito de Igarapé Miri após denúncias de improbidade administrativa

Decisão expedida em caráter liminar acatou uma ação civil pública movida pelo MPPA. Vice-prefeito e outros quatro secretários teriam fraudado licitações e desviado mais de R$ 583 mil da Prefeitura.

 

A Justiça do Pará determinou nesta quarta-feira (26) o afastamento por 180 dias do vice-prefeito de Igarapé Miri, Antoniel Miranda dos Santos. A decisão expedida em caráter liminar pelo juiz da comarca de Moju, Waltenci Gonçalves, acatou uma ação civil pública movida pelo Ministério Público do Estado (MPPA), que denunciou o vice-prefeito por improbidade administrativa. O G1 entrou em contato com a Prefeitura de Igarapé Miri e aguarda posicionamento.

Na decisão, o juiz também decretou o bloqueio de bens de Antoniel dos Santos, assim como a quebra do sigilo bancário do vice-prefeito e de mais quatro pessoas que estariam envolvidas no esquema. Após a liminar, o magistrado vai julgar o mérito final da ação.

Segundo a denúncia oferecida pelo Ministério Público, Antoniel e um grupo de secretários teriam pedido dispensa de licitação para a compra de alimentos e materiais de higiene para a Prefeitura. Sem o processo, todos os produtos foram fornecidos pela empresa A & B Alimentos. Porém, de acordo com as investigações do MP, Antoniel seria sócio oculto da companhia, o que inviabilizaria a compra.

Para que o processo fosse concretizado, a denúncia afirma que o vice-prefeito utilizou o nome de um laranja como proprietário da empresa e falsificou os documentos da companhia. De acordo com o Ministério Público, o grupo teria desviado mais de R$ 583 mil da Prefeitura de Igarapé Miri.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE