Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

POLÍTICA

Apoio à greve da Educação une deputados do PT e PSL; professores lotam a galeria

 
 -   /
/ /
A defesa pelos direitos dos servidores da Educação em greve há 45 dias promoveu um ato histórico na manhã desta quarta (10), na Assembleia. Deputados do PT e PSL posam na mesma foto com cartazes com a frase “estamos em greve”. Na mesma imagem aparecem Valdir Barraco (PT), Sílvio Fávero e Delegado Claudinei, ambos do PSL, Dr João (MDB) e Dr. Eugênio (PSB).

Esta é a segunda vez que PT e PSL se unem na Assembleia, quebrando o tabu gerado com a briga homérica que segue no Congresso Nacional entre os dois partidos. No começo da legislatura, em fevereiro, foi criado o bloco Resistência Democrática, com participação de Barranco, Ludio Cabral (PT) e Claudinei.

“Nosso intuito é o servidor, a Assembleia neste momento não tem que ter partido. O que está em jogo é a situação dos professores, que estão inadimplentes, sem condições para pagar suas contas. Meu posicionamento é pelos servidores e população mais carente sempre”, ressalta Fávero.

A foto tirada na manhã de hoje foi uma forma que os deputados encontraram para demonstrar apoio aos servidores da Educação, em greve desde 27 de maio, que lotam as galerias da Assembleia. Outro parlamentar que aproveitou para se solidarizar com os funcionários, foi Xuxu Dalmolin (PSC) que subiu nas galerias para conversar com os profissionais.

Na sexta (12), está marcada uma assembleia geral dos servidores da educação para avaliar a proposta apresentada pelo governo na segunda (8), que utilizou como moeda de negociação a reposição dos pontos cortados durante a greve, com pagamento em duas parcelas.


RDNews

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE