Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Mutirão de cirurgias eletivas em Santarém deve diminuir lista de espera da fila do SUS

Ação iniciou no fim de semana e prioriza pessoas que já estão na fila por procedimentos cirúrgicos há muito tempo.

 
 -   /
/ /

Iniciado no fim de semana em Santarém, no oeste do Pará, o mutirão de cirurgias eletivas de pessoas que estão na lista de espera do Sistema Único de Saúde (SUS) deve agilizar procedimentos e diminuir filas.

Os procedimentos eletivos são aqueles que apesar de necessários não precisam de atendimento de emergência e o atendimento no Hospital Municipal Dr. Alberto Tolentino Sotelo (HMS) está sendo feito de pequeno e médio porte. Cerca de 85 pacientes devem ser operados até a próxima semana.

“Estamos com programação de 18 cirurgias diárias. De pequeno porte são as cirurgias de hérnias umbilicais e inguinais e de médio porte são as cirurgias de vesículas biliar – a maioria [dos pacientes] tem cálculo”, explicou o médico cirurgião Vinícius Savino.

A comerciante Raimunda Araújo esperou 10 anos para ser submetida à cirurgia para retirada de pedras (cálculos) na vesícula. “Eu ficava sem me alimentar, muita dor, ficava muito mesmo. Eu sempre fiz os exames e nunca dava certo, agora estou feliz que me chamaram para resolver meu problema”, contou sobre esse período de espera.

O mutirão é uma parceria do HMS com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e conta com duas equipes que se revezam no centro cirúrgico da unidade hospitalar.

Antes de serem submetidos aos procedimentos cirúrgicos os pacientes passam obrigatoriamente por exames e condições clínicas para verificar se podem ou não passar por cirurgia. A triagem é feita pela Semsa.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE