Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Brasileira registra estragos causados por excesso de chuvas na Espanha

Tempestades que provocaram alagamentos foram causadas por fenômeno chamado Gota Fria. Marcelle Sena mora em Villamartin e fotografou e filmou danos após noite inteira de chuva intensa: ‘nunca aconteceu isso por aqui’.

 
 -   /
/ /

Muros quebrados, um quiosque tombado na praia, carros parcialmente submersos e torrentes de água barrenta aparecem nas imagens que a brasileira Marcelle Sena, de 33 anos, registrou nesta sexta-feira (13) perto de sua casa, em Villamartin, na província de Alicante, na Espanha.

A região foi afetada por inundações provocadas por chuvas torrenciais, causadas pelo fenômeno conhecido como Gota Fria.

Brasileira filma destruição causada por Gota Fria em praia na Espanha

Brasileira filma destruição causada por Gota Fria em praia na Espanha

A Gota Fria acontece geralmente no início do outono espanhol, quando uma frente de ar polar frio avança lentamente sobre a Europa Ocidental em alta altitude e, ao colidir com o ar mais quente e úmido do mar Mediterrâneo, gera fortes tempestades.

Água barrenta e muretas quebradas em praia de Alicante, na Espanha após chuvas causadas pelo fenômeno Gota Fria, em foto de sexta-feira (13) — Foto: Marcelle Sena/Arquivo pessoal Água barrenta e muretas quebradas em praia de Alicante, na Espanha após chuvas causadas pelo fenômeno Gota Fria, em foto de sexta-feira (13) — Foto: Marcelle Sena/Arquivo pessoal

Água barrenta e muretas quebradas em praia de Alicante, na Espanha após chuvas causadas pelo fenômeno Gota Fria, em foto de sexta-feira (13) — Foto: Marcelle Sena/Arquivo pessoal

Três pessoas morreram no sul do país, e os aeroportos de Almeria e Múrcia foram fechados, segundo a agência Reuters, que relatou ainda que turistas também ficaram retidos no aeroporto de Alicante.

Marcelle sabe que teve sorte, comparado ao que viu em sua vizinhança. A água chegou a entrar em sua casa (veja vídeo abaixo), mas ela disse que não teve prejuízo. O pior, afirma, foi mesmo o medo, principalmente por seus filhos pequenos, de 3 e 6 anos, que dormiram a maior parte do tempo em que choveu.

Água invade casa de brasileira após Gota Fria na Espanha

Água invade casa de brasileira após Gota Fria na Espanha

“Ontem (quinta) por volta das 18 horas começou a chover para valer. Pancadas de chuvas e raios por uns 20 minutos, depois e parava por outros 20 minutos e voltava a chover de novo... e foi assim por toda a madrugada até as 8 da manhã. Aqui é uma cidade bem turística, quase não tenho vizinhos, mas as pessoas com quem conversamos falaram que moram aqui há mais de 20 anos e que nunca aconteceu isso por aqui”, explica.

Um carro arrastado e preso na lama em Alicante, na Espanha após chuvas causadas pelo fenômeno Gota Fria, em foto de sexta-feira (13) — Foto: Marcelle Sena/Arquivo pessoal Um carro arrastado e preso na lama em Alicante, na Espanha após chuvas causadas pelo fenômeno Gota Fria, em foto de sexta-feira (13) — Foto: Marcelle Sena/Arquivo pessoal

Um carro arrastado e preso na lama em Alicante, na Espanha após chuvas causadas pelo fenômeno Gota Fria, em foto de sexta-feira (13) — Foto: Marcelle Sena/Arquivo pessoal

Segundo ela, já na segunda-feira os moradores da região começaram a receber alertas sobre a chegada da Gota Fria e na quarta-feira as aulas nas escolas locais foram suspensas, porque havia previsão de um volume de chuvas muito alto.

Ainda assim, não foi possível evitar os estragos. “O tanto que choveu vão é normal, tanto que as casas e as ruas não são preparadas para isso”, diz. “Em Orihuela, que é aqui perto, o rio transbordou e deixou muitas pessoas sem casa, outras presas em locais sem terem como sair”, acrescenta.

Pessoas sãos vistas ao redor de seus carros em estacionamento alagado em Orihuela, na Espanha, na sexta-feira (13) — Foto: Reuters/Jon Nazca Pessoas sãos vistas ao redor de seus carros em estacionamento alagado em Orihuela, na Espanha, na sexta-feira (13) — Foto: Reuters/Jon Nazca

Pessoas sãos vistas ao redor de seus carros em estacionamento alagado em Orihuela, na Espanha, na sexta-feira (13) — Foto: Reuters/Jon Nazca

De acordo com a Reuters, na cidade de Orihuela, o transbordamento do rio Seguro ainda ameaça inundar também a cidade de Murcia, segundo informações da agência local de recursos hídricos.

A previsão é de que as chuvas enfraqueçam no final de semana e a Gota Fria deve se afastar da Espanha em direção a Portugal a partir deste sábado.

Ainda assim, Marcelle diz que as autoridades orientaram os moradores da província de Alicante a não saírem de casa nos próximos dias, a não ser em casos de urgência. Ainda não há informações sobre quando as escolas serão reabertas.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE