Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Argentino de família de sequestradores que foi flagrado com documento falso no Brasil tem prisão decretada

Daniel Puccio estava em um ônibus em rodovia de Itu com documentos falsificados. Ele foi autuado pela polícia e teve a prisão preventiva decretada.

 
 -   /
/ /

A Justiça manteve a prisão do argentino Daniel Puccio, que foi preso com documento falsificado em uma operação da PM Rodoviária na rodovia Castello Branco, em Itu (SP). A prisão em flagrante foi convertida em preventiva após Daniel passar por audiência de custódia na tarde desta terça-feira (17).

Segundo o G1 apurou, ele ficará preso até o julgamento. Inicialmente será encaminhado para o CDP de Pinheiros e, na sequência, deverá ser levado para a penitenciária de Itaí (SP), que é exclusiva para estrangeiros.

Argentino flagrado com documento falso no Brasil tem prisão decretada

Argentino flagrado com documento falso no Brasil tem prisão decretada

De acordo com o boletim de ocorrência, o passageiro estava dentro de um ônibus que seguia de Foz do Iguaçu e tinha como destino São Paulo.

A operação contra o tráfico de drogas parou o ônibus com 14 passageiros onde estava Daniel Arquimedes Puccio, membro de uma família criminosa conhecida nos anos 80 por sequestrar e matar as vítimas na Argentina. O caso foi contado em um filme e também em uma série.

Daniel teria ficado nervoso ao ver os policiais e entregou um RG falso, o que chamou a atenção por ser diferente da foto registrada no sistema.

Integrante de família de sequestradores da Argentina é preso no interior de São Paulo

Integrante de família de sequestradores da Argentina é preso no interior de São Paulo

Perguntado sobre o documento, ele afirmou que comprou, assim como uma CNH em nome de outra pessoa. Também havia com ele um passaporte com o nome real de Daniel e a quantia em dólares.

Sobre o dinheiro, ele contou que a quantia foi dada a ele pelo irmão e que pretendia ficar mais tempo no Brasil.

A ocorrência foi registrada no 4º Distrito Policial de Itu, onde foram feitas as pesquisas e constatado que seria da família que teve os crimes de repercussão há mais de 30 anos.

Daniel Puccio é integrante de família conhecida por sequestros na Argentina — Foto: Reprodução/TV Globo Daniel Puccio é integrante de família conhecida por sequestros na Argentina — Foto: Reprodução/TV Globo

Daniel Puccio é integrante de família conhecida por sequestros na Argentina — Foto: Reprodução/TV Globo

O delegado fez contato com a Interpol e foi informado que o nome de Daniel não constava na lista de procurados.

Segundo a polícia, não havia um mandado de prisão contra ele no sistema. A Polícia Civil o autuou pelo artigo 304 do Código Penal, o uso de documento falso.

Família Puccio

Argentino foi flagrado com documento falsificado em Itu — Foto: Reprodução/TV Globo Argentino foi flagrado com documento falsificado em Itu — Foto: Reprodução/TV Globo

Argentino foi flagrado com documento falsificado em Itu — Foto: Reprodução/TV Globo

A família Puccio sequestrou e matou empresários em sua casa em San Isidro. O pai morreu em 4 de maio de 2013, aos 84 anos.

Segundo a imprensa argentina, Daniel, também conhecido como "Maguila", é um dos únicos que mantiveram o nome.

Na época, os crimes chocaram o país. A história inspirou uma série e um filme. Maguila ficou preso por apenas dois anos e evitou a sentença de 13 anos de prisão quando deixou o país e voltou anos depois.

Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE