Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Macron promete '''luta implacável''' contra o '''terrorismo islamita'''

Um terrorista matou quatro policiais em Paris na semana passada; ele tinha visão radical do Islã e estava em contato com indivíduos do movimento fundamentalista islâmico salafista.

 
 -   /
/ /

O presidente da França, Emmanuel Macron, prometeu nesta terça-feira (8) uma "luta implacável" contra o "terrorismo islamita" durante uma cerimônia em homenagem aos quatro policiais assassinados na semana passada por outro agente radicalizado.

  • Autor da matança na sede da polícia em Paris tinha contato com fundamentalistas

"Diante dos terroristas islamitas, manteremos uma luta implacável", disse Macron na sede da polícia de Paris, local do ataque.

Na quinta-feira (3), um terrorista matou quatro policiais em Paris. Ele tinha "uma visão radical do Islã" e estava em contato com indivíduos do "movimento fundamentalista islâmico salafista", de acordo com o promotor francês antiterrorismo Jean-François Ricard.

Investigações preliminares revelaram que o homem, identificado como Mickaël H., de 45 anos, aprovou "alguns abusos cometidos em nome dessa religião". Apoiou, por exemplo, o ataque à revista satírica francesa Charlie Hebdo, em 2015, quando doze pessoas morreram.

A análise de dados telefônicos indica que tenha sido um ataque premeditado. Além disso, o agressor teria comprado a faca no dia do evento, o que reforça a ideia de que o atentado foi planejado.

O terrorista era técnico de informática e trabalhava nos serviços da inteligência da sede da polícia. Ele foi morto por policiais.

Atentado a faca

As vítimas foram três homens e uma mulher.

Loïc Travers, funcionário do sindicato Aliança Polícia Nacional, afirmou à emissora BFMTV que o homem iniciou o ataque "em seu escritório e partiu para continuar sua agressão em outros lugares da sede". O agressor foi morto no hall de entrada.

No momento do ataque, que aconteceu às 13h (8h em Brasília), a sede da polícia estava em plena atividade.

Ataque na sede da polícia em Paris deixou mortos — Foto: Lara Pinheiro/G1 Ataque na sede da polícia em Paris deixou mortos — Foto: Lara Pinheiro/G1

Ataque na sede da polícia em Paris deixou mortos — Foto: Lara Pinheiro/G1

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE