Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Geral

PF combate grupo criminoso liderado por presidiários no Maranhão

 
Uma organização criminosa especializada em tráfico de armas e drogas é alvo da Operação Intramuros, deflagrada na manhã desta terça-feira (15) em três cidades do Maranhão: São Luís, Imperatriz e Codó. As investigações identificaram líderes de facções que comandavam as ações da quadrilha de dentro dos presídios.

O serviço de inteligência da PF levantou que a organização tinha uma estrutura de comando piramidal com um setor responsável por planejar e realizar tráficos de drogas, armas e outros crimes no Maranhão e em outros estados.

Os policiais federais estão cumprindo 32 mandados de prisão preventiva e 32 de busca e apreensão em endereços dos investigados. As ordens judiciais foram autorizadas pelo juiz Francisco Ronaldo Maciel Oliveira, da 1.ª Vara Criminal de São Luís.

O nome da operação, Intramuros, é uma referência ao fato de algumas lideranças da organização serem presidiários. Os investigados serão indiciados pelos crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de armas e organização criminosa.

Edição: Aécio Amado Tags: Operação Intramuros Polícia Federal

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE