Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Suspeitos de integrar milícia armada em área de conflito agrário são presos em Marabá

Operação investiga crimes de milícia armada, incêndios, ameaças, crime de dano, tendo como vítimas dezenas de ribeirinhos que residem às margens do Igarapé Vermelho.

 

A Polícia Civil deflagrou, nesta terça-feira (12), a segunda fase da Operação “Igarapé Vermelho”, em Marabá, sudeste do estado, para cumprir mandados de prisão contra homens suspeitos de integrantes de milícia armada que atuam em área de conflito agrário, resultando nas prisões de Alerino Rodrigues Amorim e Reginaldo da Conceição Oliveira. Já Marcos Antônio Fachetti Filho, encontra-se foragido.

A segunda fase da Operação é fruto de uma investigação que já dura quase 90 dias, sobre a prática de atividade de milícia armada, incêndios, ameaças, crime de dano, tendo como vítimas dezenas de ribeirinhos que residem às margens do Igarapé Vermelho, bem como crimes ambientais. Os mandados foram expedidos pela primeira Vara Crime de Marabá.

A ação foi coordenada pela Diretoria de Polícia do Interior (DPI), sob coordenação do delegado José Umberto Melo Junior, e foi realizada pela equipe de policiais civis da Delegacia de Conflitos Agrários de Marabá (DECA/MBA), e contou com o apoio das equipes policiais da Superintendência e Seccional de Marabá.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE