Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Bombeiros, Marinha e Brigada de Alter programam megaoperação para retirar balsa que naufragou na Ponta do Muretá

Embarcação estava carregada com areia e havia o risco de vazamento de óleo no rio. Guindaste deverá auxiliar na operação.

 
 -   /
/ /

Desde que um empurrador naufragou domingo (17) na Ponta do Muretá em Santarém, oeste do Pará, integrantes da Brigada de Alter do Chão começaram uma megaoperação para tirar a embarcação do fundo do rio. Nesta segunda-feira (18) militares da Capitania Fluvial de Santarém (CFS) e Corpo de Bombeiros devem intensificar as ações no local.

De acordo com a Brigada de Alter do Chão, após o naufrágio do empurrador, o risco é que a balsa carregada com areia também vá para o fundo. Nesta segunda-feira (18) um guindaste deve ser utilizado nas ações para remover a embarcação.

+Embarcação carregada com areia naufraga na praia de Muretá, em Santarém

Havia um risco de vazamento de óleo, mas uma contenção foi colocada para impedir que esse material fosse despejado no rio.

Ainda no domingo, militares da Marinha, o dono da embarcação e a secretária de Meio Ambiente de Santarém, Vânia Portela, estiveram no local para traçar um plano de ação para remover o empurrador e a balsa.

Brigadistas e militares do Corpo de Bombeiros, Capitania e Semma devem retomar as ações no local pela tarde, já que pela manhã choveu com muita intensidade na área onde aconteceu o naufrágio.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE