Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Monte Alegre registra 240mm de chuva em apenas quatro horas; situação de emergência pode ser decretada

Cinco casas foram destruídas e três postes de energia elétrica caíram em diferentes ruas do bairro Pajuçara.

 
 -   /
/ /

Em razão das fortes chuvas que caíram no município de Monte Alegre, oeste do Pará, na noite de sábado (16) e madrugada de domingo (17) a Prefeitura local pode decretar situação de emergência em razão dos estragos nos bairros Planalto, Pajuçara e Surubeju. Cinco casas foram destruídas, 12 famílias ficaram desalojas e duas famílias desabrigadas.

Segundo o coordenador municipal da Defesa Civil de Monte Alegre, Leomar Araújo, choveu 240mm em apenas quatro horas, o volume de água ficou acima do previsto para o mês inteiro, e deixou um rastro de destruição na periferia, principalmente nas áreas consideradas de risco, onde o solo arenoso favorece a erosão.

A Defesa Civil Municipal informou a situação pra o comando da 4ª Regional de Defesa Civil (4ª Redec), que tem sede em Santarém, e solicitou apoio técnico que será enviado nesta segunda-feira (18).

"Recebemos informações do coordenador municipal de Defesa Civil sobre o desastre e das medidas que estão sendo tomadas. Ele solicitou apoio técnico, principalmente para o preenchimento de documentos que precisam ser encaminhados a Brasília para auxílio às famílias. O município já deu o primeiro atendimento e estamos encaminhando técnicos para lá", informou o comandante do Corpo de Bombeiros de Santarém, tenente coronel Ney Tito.

O comandante disse que a maior preocupação com o município de Monte Alegre se dá em razão da presença de famílias em áreas de risco. "O terreno de Monte Alegre é bastante arenoso, então, quando chove com certa intensidade, ocorrem problemas de erosão. Tão logo aconteça a retirada de famílias de áreas de risco, não pode mais haver o retorno, justamente para evitar transtornos. A gente recomenda que a administração coloque placas para alertar sobre a proibição de construção nessas áreas de risco", ressaltou.

Segundo o Ney Tito, no primeiro semestre deste ano, oito municípios decretaram situação de emergência na região oeste do Pará. Alguns ainda estão recebendo ajuda humanitária do Governo Federal. A 4ª Redec faz o monitoramento dos municípios com decreto de situação de emergência.

Providências

Moradores da vila de Parisó que estavam isolados por conta das crateras abertas no solo após o temporal de sábado para domingo, já estão podendo sair para áreas seguras. A Prefeitura enviou máquinas para o local, e por volta das 22h de domingo, o tráfego foi normalizado.

A concessionária de energia elétrica foi acionada pela Defesa Civil para tomar providência em relação aos postes que caíram nas ruas 17 de Outubro e Maria de Lourdes, bem como na Trav. Laila Bechara, todas no bairro Pajuçara.

Prejuízos do temporal é visto nas ruas de Monte Alegre — Foto: Reprodução/Redes sociais Prejuízos do temporal é visto nas ruas de Monte Alegre — Foto: Reprodução/Redes sociais

Prejuízos do temporal é visto nas ruas de Monte Alegre — Foto: Reprodução/Redes sociais

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE