Artigos

Artigos

Fechar
PUBLICIDADE

Artigos

Escolha da profissão é grande dilema do jovem

 

“O que você quer ser quando crescer”? Essa pergunta, feita por familiares, conhecidos e educadores, acompanha o crescimento e desenvolvimento da criança. Muitas vezes, a questão se torna um grande obstáculo na adolescência, quando chega o momento da decisão. Para decididos ou indecisos, escolher uma profissão não é tarefa fácil.

Isso porque o desenvolvimento físico e intelectual do jovem traz diversas incertezas. E a pressão para escolher uma carreira nas primeiras décadas da vida, para alguns, se torna um pesadelo. Aos 16 anos, muitos já se preparam para o vestibular, sem nem mesmo ter certeza do que querem para o seu futuro.

A luz no fim do túnel (ou, ao menos, parte dela) pode aparecer ao visitar eventos voltados para estudantes. Saber mais sobre as profissões e entender como funcionam as áreas com as quais se tem mais afinidade pode ser o divisor de águas entre a escolha certa e a errada. Diversas empresas e instituições de ensino preparam estandes repletos de novidades, testes, palestras e materiais informativos para receber e esclarecer dúvidas dos estudantes.

Uma pesquisa realizada com 3 mil jovens que passaram pela Feira do Estudante de Guarulhos identificou a indecisão sobre qual carreira seguir em cerca de 70% dos entrevistados. Em contrapartida, 30% têm certeza da profissão, mas precisam de ajuda para traçar o caminho até o seu objetivo.

Se você se enquadra em um desses dois cenários, talvez seja a hora de encontrar um conselheiro profissional. Essa referência pode ser seus pais, um amigo ou familiar mais experiente, um professor ou até mesmo um consultor de carreira. O mercado de trabalho muda constantemente, exigindo diferentes formações, conhecimentos e comportamentos dos colaboradores. É preciso estar sempre atualizado!

Se a dúvida for escolher entre algo que você gosta ou que trará sucesso financeiro, não hesite: fique com os dois! Faça uma autoavaliação, anote suas características mais fortes, suas habilidades e pontos fracos. Com isso, você conseguirá perceber no que é bom e no que não é, e terá ideia de quais profissões são ‘a sua cara’. Ainda em dúvida? Recorra ao teste vocacional - online ou presencial - preparado por uma marca ou empresa da sua confiança.  Com isso, será mais fácil tomar uma decisão consciente e certeira.

 

Rodrigo Ribeiro é consultor de carreira do Cedaspy Guarulhos

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

Mais Lidas em Artigos

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE