Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

POLICIA

DIH prende mulher que ateou fogo no marido por não aceitar separação

 

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH) prendeu, no dia 28 de novembro, uma mulher suspeita de atear fogo contra o marido, em Goiânia. De acordo com as investigações, Rosemir de Araújo Gueremito de Souza, de 51 anos, esperou Chanter Ley Pereira de Almeida dormir para atear álcool e fogo sobre ele. O homem teve 90% do corpo queimado e morreu no hospital três dias após o crime.

Segundo o delegado Elton Fonseca, responsável pelo caso, o crime aconteceu no dia 24 de outubro deste ano, no Residencial Santa Efigênia, em Goiânia, depois de uma discussão entre o casal. A mulher confessou à corporação que ateou fogo em Chanter Ley, que era taxista, por não aceitar o término do relacionamento. Ela também teve parte do corpo queimada durante a investida contra o companheiro.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE