Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Vídeo registra bate-boca e agressão entre vereadores na Câmara Municipal de Belém

Vereador Gleisson PSB empurra o vereador Fernando Carneiro PSOL durante discussão em sessão nesta quarta, 4. Em nota, Gleisson se desculpou. Carneiro informou que deve entrar com uma representação contra o colega.

 
 -   /
/ /

Um episódio de agressão ocorrido nesta quarta-feira (4) na Câmara Municipal de Belém foi registrado por câmeras de celular e viralizou na internet. Nas imagens, aparecem os vereadores Fernando Carneiro (PSOL) e Gleisson (PSB) discutindo, quando Gleisson empurra Fernando Carneiro após ter braço segurado.

O caso aconteceu durante a sessão da "Tribuna Livre, quando a casa fica aberta para ouvir as demandas da população. Nesta quarta-feira, representantes dos trabalhadores do Mercado de São Brás se inscreveram para participar do espaço. Cada representantes inscrito teria 10 minutos para falar sobre a intenção de privatização do espaço pela Prefeitura de Belém. Mas o presidente da câmara municipal, o vereador Mauro Freitas (DC), decidiu suspender a tribuna livre.

A confusão aconteceu quando o vereador Fernando Carneiro tentou restaurar a fala dos representantes na tribuna da casa, mas foi veemente combatido por alguns vereadores, como o Silvano, que discutiu intensamente com Carneiro.

Nas imagens do vídeo, Gleisson aparece em seguida, discute com Fernando Carneiro, que segura o braço do político, e o empurra. Outros vereadores intervém para tentar apartar a briga.

Os vereadores Fernando Carneiro (PSOL) e Glaisson (PSB) discutiram durante sessão realizada na quarta-feira (4) na Câmara Municipal de Belém — Foto: Reprodução Os vereadores Fernando Carneiro (PSOL) e Glaisson (PSB) discutiram durante sessão realizada na quarta-feira (4) na Câmara Municipal de Belém — Foto: Reprodução

Os vereadores Fernando Carneiro (PSOL) e Glaisson (PSB) discutiram durante sessão realizada na quarta-feira (4) na Câmara Municipal de Belém — Foto: Reprodução

Notas

A assessoria do vereador Fernando Carneiro (PSOL) informou que acionou a assessoria jurídica para estudar as agressões sofridas e que segunda-feira (9) deve entrar com uma representação na Câmara por quebra de decoro porque o vereador Gleisson infringiu todos os critérios de decoro da casa.

Em nota, Gleisson declarou que "o parlamentar exaltado (Carneiro) segurou fortemente em meu braço, o que desencadeou a reação de empurrão na tentativa de me livrar de suas mãos. Não houve nada a mais que isso". Ainda na manifestação, Gleisson pede desculpa pelo episódio, "em especial, ao vereador Fernando Carneiro, colega de parlamento, e a todos os demais funcionário da CMB, pelas cenas que não deveriam de forma alguma ocorrer dentro de uma casa legislativa".

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE