Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Moradores de Ananindeua convocam passeata em solidariedade às vítimas do '''Maníaco de Marituba'''

A caminhada começa às 8h, em frente ao DNA Ananindeua, próximo à sede do Detran.

 
 -   /
/ /

Moradores do bairro da Cidade Nova, em Ananindeua, realizam neste sábado (18) uma caminhada em solidariedade às mulheres vítimas do "Maníaco de Marituba". A passeata busca alertar a população sobre os riscos da violência contra a mulher. A caminhada começa às 8h, em frente ao DNA Ananindeua, próximo à sede do Detran.

De acordo com a Polícia, sete mulheres foram roubadas, agredidas e estupradas por um adolescente de 17 anos no município de Marituba, na grande Belém. Segundo as investigações, o jovem atraia mulheres pelas redes sociais, sob falsa promessa de trabalho. Todas as vítimas trabalhavam com serviços de beleza.

A terceira vítima, Samara Duarte Mescouto, estava desaparecida desde sexta-feira (10) e o corpo foi encontrado na noite de domingo (12).   — Foto: Reprodução/TV Liberal A terceira vítima, Samara Duarte Mescouto, estava desaparecida desde sexta-feira (10) e o corpo foi encontrado na noite de domingo (12).   — Foto: Reprodução/TV Liberal

A terceira vítima, Samara Duarte Mescouto, estava desaparecida desde sexta-feira (10) e o corpo foi encontrado na noite de domingo (12). — Foto: Reprodução/TV Liberal

Segundo a organização da passeata, o grupo deve seguir até a Praça da Bíblia, também em Ananindeua. No local será realizado um apitaço, e serão soltos balões brancos como símbolo de paz.

Os casos vieram à tona após as investigações sobre a morte de Samara Duarte Mescouto, que estava desaparecida desde sexta-feira (10). O corpo foi encontrado na noite de domingo (12).

"Fica um alerta mesmo, para a segurança, para as delegacias e principalmente para as mães. Para as mães, quando os filhos saírem de casa não esperem 24 horas, porque 24 horas é o que a polícia dá. Não chegou, vai lá, vai procurar, vá atrás, ligue, mas vá atrás do seu filho, porque muitos não voltam mais, como ela não voltou", disse a tia da Samara, Daniele Barra.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE