Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Após agredir proprietária de imóvel, idoso mata 2 policiais e ateia fogo em casas no Havaí, diz imprensa

Segundo jornal havaiano, homem morreu em uma das casas incendiadas.

 
 -   /
/ /

Uma briga em Honolulu, no Havaí (Estados Unidos), terminou em tragédia neste domingo (19). Um idoso de 69 anos agrediu a proprietária do imóvel onde ele morava e, em seguida, trocou tiros e matou dois policiais. Depois, o homem ainda ateou fogo na casa onde estava — ao menos outras três residências se incendiaram, segundo a imprensa local.

O site de notícias Hawaii News Now relata que o homem, identificado como Jerry Hanel, esfaqueou a proprietária do imóvel onde morava, pela manhã, após uma ordem de despejo. Os policiais foram atender à ocorrência e, então, o assassino abriu fogo contra os agentes de segurança.

Bombeiros controlam chamas de incêndios em casa próxima a local de tiroteio em Honolulu, no Havaí, neste domingo (19) — Foto: Jamm Aquino/Honolulu Star-Advertiser via AP Bombeiros controlam chamas de incêndios em casa próxima a local de tiroteio em Honolulu, no Havaí, neste domingo (19) — Foto: Jamm Aquino/Honolulu Star-Advertiser via AP

Bombeiros controlam chamas de incêndios em casa próxima a local de tiroteio em Honolulu, no Havaí, neste domingo (19) — Foto: Jamm Aquino/Honolulu Star-Advertiser via AP

Em meio à confusão, o idoso ateou fogo na casa onde estava, segundo o jornal "Honolulu Star Adviser". O incêndio atingiu ao menos outros três imóveis. Não se sabe se outras pessoas ficaram feridas.

Ainda de acordo com o "Honolulu Star Adviser", o idoso morreu na casa incendiada. Autoridades pediram que os vizinhos desligassem o gás e que as pessoas se retirassem da área. Até a última atualização desta reportagem, não se sabia o estado de saúde da proprietária atacada supostamente com faca.

'Tragédia sem precedentes'

Fumaça de incêndio em imóveis em Honolulu, no Havaí, é vista momentos depois de tiroteio neste domingo (19) — Foto: Jamm Aquino/Honolulu Star-Advertiser via AP Fumaça de incêndio em imóveis em Honolulu, no Havaí, é vista momentos depois de tiroteio neste domingo (19) — Foto: Jamm Aquino/Honolulu Star-Advertiser via AP

Fumaça de incêndio em imóveis em Honolulu, no Havaí, é vista momentos depois de tiroteio neste domingo (19) — Foto: Jamm Aquino/Honolulu Star-Advertiser via AP

O prefeito de Honolulu, Kirk Caldwell, lamentou o assassinato e ofereceu condolências aos familiares e amigos dos policiais mortos.

"É uma tragédia sem precedentes não só para a cidade e o condado de Honolulu, mas para todo o estado do Havaí", escreveu no Twitter.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE