Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Com apoio e estímulo de colaboradores, Hospital Galileu alcança alto índice de satisfação de pacientes

 
 -   /
/ /

Em 2019, o hospital conquistou 98,71% de satisfação entre pacientes e acompanhantes. O reconhecimento de profissionais está entre os programas desenvolvidos na unidade que no ano passado realizou 125 mil atendimentos

Eficiência, segurança e qualidade no atendimento estão entre os pilares da rotina do Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém. A unidade, referência no atendimento ortopédico e cirurgias de alongamento ósseo, gerenciada pela Pró-Saúde, encerrou o ano de 2019 com 98,71% de satisfação entre pacientes e acompanhantes. Ao todo, no ano passado, o Hospital Galileu realizou 162 mil atendimentos, entre internações, exames e cirurgias.

Na unidade, a pesquisa de satisfação é realizada pelo SAU (Serviço de Atendimento ao Usuário), que promove entre os pacientes internados e acompanhantes a avaliação de desempenho dos colaboradores e atuação dos setores. “A pesquisa é realizada diariamente. A partir dele, verificamos os pacientes que receberam alta para que se faça a pesquisa de satisfação referente ao período em que ficou no hospital, envolvendo a qualidade na assistência, desde a portaria até a realização de procedimentos clínicos. No final do mês, as informações são mensuradas e a média de satisfação é verificada”, explica Keisy Ribeiro, responsável pelo SAU do Galileu.

O Hospital Público Estadual Galileu é uma unidade de retaguarda, que atende média e alta complexidades, e presta assistência hospitalar em traumato-ortopedia, clínica médica e cardiologia.

Atendimento humanizado

Uma das grandes iniciativas promovidas pelo Hospital Galileu, que pertence ao Governo do Estado do Pará, e que favorecem o atendimento humanizado, são os treinamentos realizados pelo Núcleo de Educação Assistencial (NEAS). Essa capacitação do NEAS reflete diretamente na assistência ao paciente e envolve toda a equipe multiprofissional do hospital.

Para a enfermeira Dani Nobre, responsável pelo setor, a humanização no atendimento se reflete em números. “A realização de treinamentos tem como objetivo promover a capacitação dos profissionais, fazendo com que eles estejam alinhados com a missão, visão e valores da unidade e Pró-Saúde. Além de promover a interação e estreitamento entre o colaborador e o usuário, que garantem a realização do cuidado seguro e humanizado, faz com que a experiência do usuário seja positiva”, conclui.

Elogiados 2019

Como apoio e reconhecimento aos colaboradores, o Hospital Galileu promove desde 2015 um evento que tem como objetivo homenagear as equipes e os profissionais que recebem elogiados. Na solenidade realizada no início de fevereiro, os colaboradores do Galileu receberam o reconhecimento por todo o trabalho desenvolvido em 2019. “Foi um momento marcante e surpreendente. Muito importante dar esse reconhecimento. A emoção de todos, reconhecendo seus próprios esforços, o apoio dos colegas, a oportunidade de fazer parte de um time vitorioso os comove e nos motiva a sempre buscar o melhor resultado”, ressalta Anthony Carrera, diretor Hospitalar do Galileu.

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 23 cidades de 11 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensora gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE