Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Preço do feijão vendido em supermercados de Belém tem alta de 37%

A alta é o reajuste acumulado nos últimos 12 meses. O estudo realizado pelo Dieese-PA analisou o preço do quilo dos feijões carioquinha, jalo e cavalo.

 
 -   /
/ /

Nos últimos 12 meses, o preço do feijão consumido por paraenses teve alta acumulado de 37%, segundo um estudo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese/PA).

O estudo levantou o preço do quilo dos feijões carioquinha, jalo e cavalo comercializados em supermercados de Belém. De acordo com o Dieese, em janeiro de 2019, o preço dos feijões registrados na capital paraense foi em média R$4,31 e fechou o ano de 2019, em dezembro, sendo vendido a R$5,49.

Em 2020, o preço do feijão registrou alta de 7,65% em janeiro, um reajuste superior à inflação calculada para o mesmo período, que foi de 4,3%.

O preço do produto pesou também no preço da cesta básica dos paraenses, que continua em alta. O custo médio da cesta básica foi de R$415,56, comprometendo 43,47% do salário mínimo.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE