Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Coronavírus: Governo paraguaio restringe circulação de pessoas e veículos das 20h às 4h

Segundo o Ministério do Interior, a pena para quem não cumprir a determinação é de 12 a 18 meses de prisão ou multa equivalente a R$ 5,3 mil até R$ 26 mil.

 
 -   /
/ /

O governo paraguaio decidiu restringir a circulação de pessoas e veículos em cidades do país das 20h às 4h. A medida começa a valer nesta segunda-feira (16) e tem como objetivo a prevenção do novo coronavírus, segundo o Ministério do Interior.

Conforme o ministério, quem não cumprir a determinação pode ficar preso de 12 a 18 meses ou poderá pagar multa de 8 milhões a 40 milhões de guaranis, o equivalente R$ 5,3 mil até R$ 26 mil.

De acordo com o governo, a medida trata-se de uma restrição e não é uma proibição, por isso, será permitido o deslocamento de pessoas que justifiquem a circulação nas vias públicas. A fiscalização será realizada pela polícia paraguaia.

Fronteiras com o Paraguai

De acordo com o governo paraguaio, as fronteiras serão fechadas parcialmente e de forma gradativa por 15 dias. A medida foi anunciada no domingo (16).

A partir desta segunda-feira não estão sendo permitidas a entrada de estrangeiros no país.

Coronavírus

O governo paraguaio publicou um decreto de quarentena no dia 10 de março com uma série de medidas para serem aplicadas no país, segundo o Ministério do Interior.

Até sexta-feira (13), havia seis casos confirmados da Covid-19 no Paraguai. O governo suspendeu as aulas e qualquer evento com grande aglomeração de pessoas em todo o país por duas semanas.

Na quinta-feira (12), a Direção Nacional de Aeronáutica Civil cancelou todos os voos de e para a Europa entre 14 e 26 de março.

Na sexta-feira, o Ministério da Indústria e Comércio fixou os preços para produtos relacionados à prevenção do coronavírus, como álcool em gel, máscaras faciais e luvas.

O governo também aprovou a compra de US$ 80 milhões em insumos e equipamentos médicos, entre outras medidas econômicas.

Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE