Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

MINUTO DA SAÚDE: Preservativos são confiáveis contra ISTs e estão acessíveis para toda população. Saiba

Autoridades em Saúde alertam que os preservativos são os recursos mais acessíveis, eficazes e seguros, de prevenção às ISTs.

 
 -   /
/ /
ÁUDIOTEXTO PARA RÁDIOARTE: ARB Mais

As Infecções Sexualmente Transmissíveis, as ISTs, como a sífilis, hepatites virais e HIV, são causadas por vírus e bactérias repassados entre a população por meio de relações sexuais desprotegidas, sem uso de preservativos. Autoridades em Saúde alertam que os preservativos são os recursos mais acessíveis, eficazes e seguros, de prevenção às ISTs. A sífilis, por exemplo, foi notificada em quase 160 mil pessoas, no ano passado, mas esse número pode ser ainda maior porque existem pessoas que têm ISTs e não sabem. Os dados são do Ministério da Saúde. 

Este ano, as Unidades Básicas de Saúde vão ter reforço de 570 milhões de preservativos. A quantidade é 12% superior ao total distribuído no ano passado. O médico Sanitarista do Centro de Referência e Treinamento em IST/Aids, de São Paulo, Artur Kalichman, explica que os preservativos estão disponíveis para população em vários locais das cidades e de graça. 

“O preservativo é um insumo que deve estar o mais facilmente disponível para todo mundo. O que se incentiva é que o preservativo esteja em todos os lugares, nos terminais de ônibus, nos locais de grande concentração, todos os serviços de saúde devem ter camisinhas disponíveis de forma fácil. As pessoas não devem ter de se identificar para pagar as camisinhas. Cada secretaria de saúde deve buscar e criar as estratégias para garantir que a camisinha seja, mais facilmente, acessível para a população”. 

Abrir mão do uso do preservativo nas relações sexuais pode expor a pessoa e o parceiro. Proteja-se! Usar camisinha é uma responsa de todos. Para mais informações, acesse: saude.gov.br/ist. 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE